A partida entre África do Sul e Senegal, pelas eliminatórias [VIDEO] africanas da Copa do Mundo [VIDEO], será jogada novamente. A determinação foi anunciada nesta quarta-feira (6), pela FIFA, por conta de suspeita de manipulação de resultado. O duelo original, realizado em 12 de novembro do ano passado, terminou com vitória de 2 a 1 para os sul-africanos. O novo confronto deverá acontecer em novembro deste ano.

Dessa forma, a África do Sul tem seus três pontos retirados da classificação, caindo para a lanterna do grupo D, o que lhe deixa em situação bem mais complicada, uma vez que, se não recuperar os pontos nesse jogo, estará fora da briga por uma vaga na #Copa do Mundo da Rússia do ano que vem.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, Senegal voltou a ter sobrevida na competição e agora dependente apenas de si para conquistar uma vaga no Mundial.

Joseph Odartei Lamptey, que foi o árbitro daquela partida, foi considerado culpado por influenciar o resultado do jogo, sendo banido do esporte. Naquela partida, o primeiro gol da África do Sul saiu após a marcação de um pênalti inexistente, onde o árbitro teria assinalado toque de mão, quando a bola bateu na perna do jogador de Senegal.

Após o jogo, a federação senegalesa solicitou a Federação Africana de Futebol e à FIFA que investigasse a atuação árbitro. "Ele adotou decisões escandalosas a favor da seleção sul-africana", denunciaram os dirigentes senegaleses. Além dos pênaltis duvidosos, eles também reclamaram a marcação de faltas inexistentes.

Em um primeiro momento a CAF já havia suspendido Lamptey com três anos de suspensão, mas a FIFA foi mais enérgica e decidiu por retirá-lo de qualquer atividade que envolva futebol pelo resto da vida.

Publicidade

Ele foi declarado culpado de infringir o artigo 6, parágrafo 1, do Código Disciplinar, que trata justamente de influenciar os resultados das partidas.

Além deste jogo remarcado, cada seleção ainda fará mais dois jogos nas Eliminatórias. No dia 1º de outubro Senegal pega Cabo Verde e a África do Sul encara Burkina Faso. Já na última rodada as equipes se enfrentarão em jogo que já estava previsto para o segundo turno. Apenas o primeiro colocado do grupo se classifica para a Copa do Mundo. Burkina Faso e Cabo Verde dividem a liderança com seis pontos, Senegal tem cinco e a África do Sul tem um ponto.

Situação dos outros grupos

Após quatro rodadas, nenhuma seleção garantiu vaga na Copa. Quatro delas podem se classificar na próxima rodada. Líder do grupo A com 10 pontos, a Tunísia carimbará seu passaporte caso vença Guiné e Congo não vá além de um empate com a Líbia. Já a Nigéria só precisa vencer o confronto direto com Zâmbia para se classificar.

No grupo C, a Costa do Marfim precisa de uma vitória contra Mali e torcer para que haja um empate no jogo entre Marrocos e Gabão. Já no grupo E, o Egito se classifica caso vença o Congo e Uganda perca para Gana. #África #PaixãoPorFutebol