Publicidade
Publicidade

A boa fase vivida pelo #Grêmio na Copa #Libertadores da América está indo além de bons resultados dentro de campo e a empolgação de toda torcida tricolor. As vitórias e classificações do time gaúcho estão rendendo ao Grêmio milhões pagos pela Confederação Sul-Americana de #Futebol (CONMEBOL).

Até aqui, o clube já ganhou 15 milhões de reais e o valor independe do resultado dos próximos confrontos, contra o Barcelona, do Equador. O valor anima e muito a diretoria do tricolor, já que significa a possível manutenção do elenco para os próximos anos. Com a valorização dos atletas [VIDEO] na atual competição, alguns jogadores, como Luan e Arthur (recém convocado pela Seleção Brasileira [VIDEO]) estão com propostas em mãos e devem confirmar o aumento de salário já nas próximas semanas.

Publicidade

Caso o time passe para a final e conquiste o título da competição, o valor quase duplicaria: 25 milhões de reais. Se o resultado de uma possível final seja de derrota, o clube sairia da competição com 20 milhões de reais.

Além das bonificações com os resultados, o clube também recebe a receita de sócios. A cada fase que passa, diversos gremistas se associam com valores de 30 a 50 reais (sócio ouro e diamante) ou de 105 a 410 reais (valores de sócio cadeira), elevando mais ainda o poder aquisitivo do Grêmio para os próximos anos. Um possível título da competição representaria muito para os cofres do time.

A partida contra o Botafogo

Na noite de ontem (20), o Grêmio confrontou e venceu o Botafogo pelo placar de 1x0 dentro da Arena. Diante de um público de mais de 50 mil torcedores, o tricolor se classificou para as semifinais da Copa Libertadores da América com um gol de cabeça de Lucas Barrios após cruzamento de Edílson e agora enfrenta o Barcelona (EQU), time que surpreendentemente eliminou o Santos com uma vitória na Vila Belmiro.

Publicidade

O jogo foi marcado por boas chances de gol para os dois times. Na primeira etapa, o Botafogo assustou mais o tricolor com ótimas escapadas, obrigando Marcelo Grohe a fazer boas defesas. Os dois times tiveram também bolas que pararam na trave da equipe adversária. Devido à pressão do clube alvinegro, Renato teve de mudar o time logo aos 37 minutos, alterando Léo Moura (que não vive grande fase) por Everton, o que fez o time voltar melhor para a etapa final.

No segundo tempo, o Grêmio teve uma atuação mais sólida, conseguindo marcar um gol de cabeça em uma falta batida por Edílson. Lucas Barrios se adiantou ao lateral do Botafogo e mandou a bola para as redes, para alívio de toda a torcida tricolor que não gostaria que o jogo fosse para os penaltis. Após o gol, o jogo foi truncado e houve poucas chances para o clube carioca empatar a partida, que finalizou em 1x0 e a classificação do "imortal".