Publicidade
Publicidade

Durou pouco a passagem de Rogério Micale pelo #Atlético Mineiro. Pouco mais de dois meses após ter sido anunciado – e apenas quatro vitórias neste período -, o medalhista olímpico com a Seleção Brasileira foi demitido após derrota [VIDEO] do Galo, no Estádio Independência, por 3 a 1 para o Vitória [VIDEO], resultado que deixou o time alvinegro na 11ª colocação, apenas três pontos acima da zona de rebaixamento. Curiosamente, seu antecessor havia sido demitido, também após perder em casa para um time baiano.

O anúncio do desligamento do treinador foi feito pelo presidente Daniel Nepomuceno que foi direto ao assunto: “Venho anunciar que o Micale não é mais treinador nosso”, iniciou o mandatário.

Publicidade

“Hoje era um jogo decisivo para buscar a vaga na Libertadores e não posso aceitar perder para o Vitória por 3 a 1 dentro de casa”, completou. Alguns dias depois da apresentação do treinador, ele já havia dado uma entrevista cravando que a vaga na próxima Copa Libertadores da América era uma obrigação.

A passagem do treinador por Belo Horizonte foi decepcionante, com apenas quatro vitórias, porém, duas delas foi pela quase inexpressiva Primeira Liga, na qual o time está na final, e outras duas pelo Campeonato Brasileiro, a última há quatro rodadas, contra a Ponte Preta, em Campinas. Além das quatro vitórias, ele acumulou ainda três empates e cinco derrotas, além das eliminações na Copa do Brasil e na Copa Libertadores da América.

Dirigido pelo técnico Roger Machado, que estava iniciando seus trabalhos, o Atlético Mineiro começou a temporada com status de ter um dos melhores elencos do Brasil, ao lado de Flamengo e Palmeiras, e cercado de expectativas.

Publicidade

No entanto, o rendimento dentro do Campeonato Brasileiro, principalmente dentro de casa, onde, neste domingo, sofreu sua sétima derrota como mandante, manteve o Galo longe da briga pelo título, e ele acabou demitido depois de perdem para o Bahia.

Micale deu entrevista coletiva logo após sua demissão, agradeceu a diretoria do Atlético e se disse chateado por não ter conseguido os resultados que todos esperavam. “Saio com o sentimento de ter feito meu melhor, mas gostaria que os resultados fossem outros”, disse. Ele acredita que a equipe, apesar de ter feito um jogo ruim contra o Vitória, está ganhando corpo de que irá sair desta situação.

No próximo domingo (1º), o Atlético Mineiro volta a campo para encarar seu xará do Paraná, em Curitiba. No primeiro turno, o Furacão foi um dos times que bateu o Galo no Independência. #PaixãoPorFutebol #Brasileirão