Publicidade
Publicidade

#Lionel Messi teve um gesto de carinho enorme com um menino que usa cadeira de rodas. O craque do Barcelona, por diversas vezes, já provou ser uma das melhores pessoas fora de campo. Famoso por seu jeito especial com a bola, ele é um dos favoritos também por sua personalidade especial. Atencioso com todos, mas mais carinhoso com as crianças, ele vai provando a razão de ser esse ídolo de todo o mundo.

Logo após o final do encontro da #Argentina com a Venezuela, Messi voltou [VIDEO]a mostrar o quão especial ele é ao ver Franco, o menino que voou do arquipélago Tierra del Fuego só para conhecer a seu ídolo. Certamente, o garoto jamais irá esquecer esse momento.

Publicidade

Esse é um daqueles momentos que valem mais que qualquer partida de #Futebol. Franco viajou com sua família com a intenção de conhecer Lionel Messi, mas o menino sabia que seu sonho poderia nem se realizar, já que o dia escolhido não estava correndo bem para Messi.

O jogador voltou a se destacar na seleção, mas a Argentina não conseguiu vencer e continua com chances de não se qualificar para a Copa do Mundo. Empate com a Venezuela e as contas se complicam. Messi jogou muito, correu, pegou a bola, tentou o gol, mas não deu. Sua frustração era evidente demais e ele seguia com cara de poucos amigos.

Antes de Messi, saíram quase todos os seus colegas do vestiário. Franco esperava desde as 4 da tarde. "É o sonho dele", contou a sua mãe, que temia que o craque não se aproximasse deles. "Fique aqui e grite para os jogadores que eles param com certeza", aconselhou um funcionário da River, quase de passagem.

Publicidade

A verdade é que eles passavam, mas não paravam. Foi assim com Lucas Biglia, Paulo Dybala, Emiliano Rigoni, Sergio Romero, Leandro Paredes e alguns outros. Mas Messi continuava sem aparecer.

À distância, surge Javier Mascherano. "Javi, uma foto", grita o irmão de Franco para o jogador do Barcelona [VIDEO], que interrompe sua rápida e obstinada marcha para alcançá-lo. Com ar sério, o atleta assinou a camisa de Franco, enquanto outros jogadores, como Javier Pastore, Nicolas Otamendi e Ever Banega continuavam seu caminho. Nem tudo estava perdido e Franco já tinha a assinatura de Masche.

O encontro

Pouco depois, chegou o momento que fez toda a espera valer a pena. Messi passava pelos corredores do Estádio Monumental e ali estava ele, logo atrás de seus amigos Sergio Aguero e Lautaro Acosta, apoiado por auxiliares e agentes de segurança. Messi se voltou para a imprensa de rosto fechado, mas sua feição começou a mudar quando ouviu o grito da mãe de Franco: "Leo, por favor, uma foto, somos da Tierra del Fuego".

Publicidade

Assim como quando finta seus rivais em campo, Messi mudou de direção e foi ao encontro de Franco. Aí, Messi já estava sorrindo. Cumprimentou o garoto, sua família, deu autógrafo, tirou foto e, como que em um sonho, foi embora, deixando em Franco toda a alegria que sua doença tende a roubar dele.

O momento fez valer a espera de Franco e deixou sua família encantada. "Que gesto, papá", "Tranquilo que vamos nos classificar" e "Obrigado por tudo, Leo" são algumas das mensagens que disseram ao genial jogador.

Confira, a seguir, o clipe emocionante: