Publicidade
Publicidade

Após a goelada do Grêmio [VIDEO]por 5 a 0 sobre o Sport Recife, na tarde deste sábado (2), em jogo isolado que encerrou a 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, o que fez a diferença para o líder Corinthians cair de dez para sete pontos, o técnico Renato Portaluppi deu uma irreverente entrevista, que foi encerrada por ele aplaudindo a própria resposta.

O treinador foi questionado se se arrependia de ter colocado um time reserva em algumas partidas que o #Grêmio acabou perdendo pontos no Campeonato Brasileiro, como contra o próprio Sport na terceira rodada, o Botafogo e o Atlético Paranaense. Sem perder o bom humor, Renato respondeu que é uma pessoa de personalidade forte e assume quando erra.

Publicidade

“Onde errei por ter colocado uma equipe diferente em alguns jogos do #Brasileirão e perdemos pontos”, se perguntou.

Ele ainda citou o jogo contra o Corinthians, no qual, segundo ele, atuou com a equipe completa, massacrou o adversário, mas saiu derrotado. “Se tivéssemos vencido aquele jogo a diferença seria de um ponto”, disse. “Quem garante que se tivesse colocado o time principal (na partida que usou os reservas) sairíamos vencedores”, continuou.

O treinador ainda questionou se o time teria fôlego para ter chagado a uma semifinal de Copa do Brasil e as quartas de final da Copa Libertadores se tivesse utilizado força máxima em todos os jogos do Campeonato Brasileiro. “Não conseguiria. Quem quer muito nada tem”, disse. “A tua pergunta é muito boa, mas a minha resposta é melhor que a tua pergunta”, disse Renato, encerrando a entrevista se aplaudindo e arrancando risos dos jornalistas presentes à coletiva.

Publicidade

Não deixou adversário jogar

Renato também comentou a atuação da equipe na vitória contra os pernambucanos, a qual classificou como grande exibição. Ele elogiou a obediência tática de seu time, a eficiência do ataque e afirmou que o adversário é uma boa equipe, mas que seu time não o deixou jogar. “Não é que o Sport não tenha jogado nada, mas o meu time não deixou o Sport jogar”, analisou. “O que aconteceu foi que minha equipe foi obediente taticamente e, quando chegou, fez os gols”, disse.

Com uma semana inteira para trabalhar, o Grêmio volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado (9), quando irá até o Rio de Janeiro encarar o Vasco, às 18 horas, em São Januário, que não terá a presença de torcedores por conta de uma punição imposta pelo STJD ao time vascaíno. Já o Sport, que caiu para a 11ª colocação, joga domingo (10), na Ilha do Retiro, contra o Avaí. #PaixãoPorFutebol