Após perder por 3 a 0, na noite desta terça-feira (10), para a #Seleção Brasileira, em São Paulo, o Chile terminou as eliminatórias em sexto lugar e está fora da Copa do Mundo da Rússia. Os torcedores chilenos choraram e se lamentaram muito, pois essa era considerada a “Geração Dourada” do futebol no País. Ela venceu as Copas América de 2015 e 2016 e possui grandes jogadores atuando em equipe fortes do futebol mundial.

Segundo a esposa do goleiro #Claudio Bravo, do Chile, Carla Pardo Lizana, a desclassificação teria motivos extracampo muito graves. Pouco após o encerramento da partida, ela decidiu desabafar e fazer graves denúncias através das redes sociais, afirmando que alguns jogadores chilenos não levaram a sério as eliminatórias, que era necessário serem profissionais quando vestiam a camisa do País, mas que alguns deles iam a festas e bebiam tanto que nem conseguiam treinar.

Publicidade
Publicidade

Jogador rebate acusação

Carla fez questão de frisar que a maioria do grupo era esforçada e dava tudo de si, mas que alguns não e que quem quisesse poderia vestir a carapuça. Em tom de lamentação, ela parabenizou e agradeceu ao marido por tudo que fez, chamando-o de Capitão América.

Ao ser informado das declarações da esposa de Bravo, o jogador Gary Medel afirmou que nunca viu um colega bêbado, muito menos treinando bêbado e garantiu que todos deram o melhor de si.

Papelão ocorreu antes

Apesar de ser uma das atuais forças da América do Sul, tanto que venceu as duas últimas edições da Copa América e foi a única a vencer a Seleção Brasileira [VIDEO] nestas eliminatórias, a seleção do Chile proporcionou alguns papelões imperdoáveis durante a competição. O mais vexatório deles ocorreu na 15ª rodada, quando jogava em casa, diante de um fraquíssimo Paraguai e acabou perdendo por 3 a 0.

Publicidade

Se tivesse ao menos empatado, estaria agora na repescagem, enfrentando a Nova Zelândia. S tivesse vencido, o que seria o normal, estaria na Copa da Rússia 2018.

Jogador chegou a ser preso por bebedeira

Em pelo menos um caso, a afirmação feita pela esposa de Bravo condiz com a verdade. Em junho de 2015, durante a Copa América realizada no Chile, o habilidoso Arturo Vidal bateu sua Ferrari e acabou preso, após ser constatado que ele dirigia embriagado e retornava para a concentração de sua seleção.

Apesar da polêmica [VIDEO]criada na época, ele não foi cortado e acabou se sagrando campeão da competição ao lado de seus companheiros.

Boa geração, mas com muitas firulas

O Chile de fato tem grandes jogadores na atualidade, como Arturo Vidal, Alexis Sánchez, Eduardo Vargas, o veterano Valdívia e o próprio goleiro Bravo, mas, em muitas partidas, notava-se que exatamente os mais talentosos queriam enfeitar demais jogadas que se levadas a sério resultariam em gols.

Em outros momentos, havia uma certa displicência dos craques na marcação e sobrava para os mais esforçados, como Gary Medel e Gonzalo Jara. #Seleção Chilena