Publicidade
Publicidade

Parece que os dias de “exílio” do meia Felipe Melo estão perto do fim. Afastado desde julho do elenco principal do Palmeiras [VIDEO], o jogador será relacionado para o jogo contra o Bahia, nesta quinta-feira (12), no Estádio do Pacaembu, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A informação foi dada pelo próprio técnico Cuca [VIDEO] durante o programa “Baita Amigos”, desta segunda-feira (9), exibido pelo canal por assinatura Band Sports.

O treinador citou que ele atuou no jogo-treino realizado contra o Desportivo Brasil e que deverá começar o jogo no banco de reservas e, caso entre na partida, poderá ser usado em duas funções.

Publicidade

“Se precisar ir para um jogo, a gente tem ele como volante ou zagueiro”, disse.

Cuca disse ainda que ele será importante para o #Palmeiras não apenas nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, como também no futuro, revelando ainda que Felipe poderá ser eventualmente usado nesta nova posição. O treinador elogiou seu posicionamento positivo e revelou uma conversa, onde questionou o jogador se já havia pensado em atuar como zagueiro.

Coma resposta afirmativa de Felipe, o treinador decidiu trabalhar o jogador para esta nova função. Além disso, os problemas de relacionamento entre eles ficaram no passado. “O que passou, passou, já faz parte do passado”, disse.

Relembre o caso

A novela sobre o afastamento e volta de Felipe Melo começou no dia 27 de julho, data em que o Palmeiras foi eliminado pelo Cruzeiro da Copa do Brasil.

Publicidade

Na ocasião, o jogador deu uma entrevista afirmando que havia “sacanagem no time”. Dois dias depois, na véspera do jogo contra o Avaí, saiu a notícia sobre seu afastamento e que ele não vestiria mais a camisa do clube, fato confirmado pelo próprio técnico após o duelo contra os catarinenses.

Posteriormente, teve ainda o áudio vazado em que o jogador chama Cuca de “mau-caráter” e disse que com ele não trabalharia mais. No entanto, após a eliminação na Copa Libertadores e o fechamento da janela de transferência europeia, além de querer evitar problemas com a Justiça, a situação aos poucos começou a mudar e um processo de reaproximação começou a ser costurado pela diretoria do clube.

O jogador, então, voltou a treinar, primeiro em separado e depois com o restante do elenco principal. O último capítulo dessa história, ao que tudo indica, está bem perto de acontecer, com o jogador voltando a vestir a camisa verde contra o Bahia.

Ocupando a quinta colocação – perdeu um posto para o Cruzeiro que adiantou seu jogo com a Ponte Preta e venceu -, o Palmeiras soma 43 pontos. Já o Bahia faz parte daquela ferrenha turma que luta para fugir do rebaixamento e está em 13º lugar, com 31 pontos. #PaixãoPorFutebol #Brasileirão