Publicidade
Publicidade

#Cristiano Ronaldo está olhando, com um rosto de alucinação, para tudo o que está se passando no #Real Madrid em torno da possível compra de #Neymar. Inicialmente, parecia um rumo infundado, mas agora vai mesmo tomando forma no Santiago Bernabéu e até o capitão Sergio Ramos já comentou essa possibilidade.

O pai de Neymar, um suposto madridista, quer ver seu filho vestido de branco e não vai parar até que ele o alcance. Em outro sentindo, mas jogando na mesma direção, também o presidente do clube, Florentino Pérez, parece não querer descansar enquanto não tiver Neymar jogando no seu time [VIDEO]. O brasileiro é um desejo antigo Real, quando ele ainda jogava no Santos.

Publicidade

Neymar vai custar 500 milhões de euros

O representante máximo do Real vai muito a sério para conquistar aquele que deveria ser o substituto de CR7 na equipe. Uma operação complicada, mas que não assusta o Real Madrid. Pelo contrário: o time tem uma previsão de investir 500 milhões de euros (R$ 1,9 bilhão) pelo valor total da transferência que deve levar Neymar de volta à Espanha.

O Real desembolsaria ao PSG o mesmo que a equipe francesa pagou por Neymar ao Barça: 200 milhões de euros. Além disso, Perez oferece 40 milhões de euros por ano para o jogador, um salário superior aos 37 que ele está ganhando agora em Paris, e para as próximas seis temporadas. Depois, Florentino Pérez não está se esquecendo de uma nova comissão milionária para o pai do craque, que deveria facilitar as negociações.

Publicidade

O Real parece ter tudo planejado, mas, para Cristiano Ronaldo, isso é uma loucura, e ele nem quer ouvir falar no assunto. Enquanto isso, Sergio Ramos, que está com a seleção da Espanha, já confirmou que gostaria de ter Neymar jogando com ele, o que parecer reabrir mais ainda a guerra com Ronaldo. [VIDEO]

Neymar no Real? Este jogador do Barça não tem saudades

Luis Suarez diz que sente falta de Neymar. Ele sente saudade do astro brasileiro, não só no gramado, mas também do amigo e de como ele animava todo o mundo, fora do campo. Também Messi e Piqué continuam falando, quase diariamente, com o craque do PSG, uma situação que é não é igual para todos os jogadores do Barcelona.

Publicidade

Jordi Alba não sente falta nenhuma de Neymar. O espanhol disse em uma entrevista que a partida de Ney foi melhor para ele poder projetar seu futebol por toda a ala esquerda do gramado. Porém, Jordi deu uma explicação esportiva, mas, de acordo com o site espanhol Don Balón, o problema sempre foi pessoal.

O sentimento entre os dois jogadores era baixo, quase nulo, entre outros motivos, porque o defensor culpava o astro brasileiro por suas dificuldades no gramado, reduzindo suas opções. A falta de química no campo de jogo também pulava cá para fora e Alba, juntamente com Busquets ou Iniesta, nunca se deram muito bem com Neymar e discordavam das licenças e privilégios do astro.