Publicidade
Publicidade

O Palmeiras [VIDEO] encara o Avaí nesta segunda-feira pelo Campeonato Brasileiro. O técnico Alberto Valentim, que comanda o time interinamente, tem a chance e a oportunidade de mostrar ainda mais seu valor e comprovar que pode seguir no comando do time no próximo ano.

A permanência de Valentim no cargo não é unanimidade no #Palmeiras. Parte dos conselheiros entende que ele não tem perfil para comandar um time com muitos atletas de nome. Outra parte acredita que ele pode, sim, comandar e ter sucesso. A ala mais conservadora ainda entende que o clube economizará milhões de salário. Se trazer Abel Braga, do Fluminense, por exemplo, o Verdão terá que desembolsar cerca de R$ 800 mil mensais.

Publicidade

Valentim não ganha mais que R$ 150 mil.

Já pensando em 2018, a diretoria já está de olho em alguns reforços. O lateral Diogo Barbosa, do Cruzeiro, já foi anunciado pelo clube paulista. Com a chegada do jogador a ideia é resolver o grave problema na lateral. Egídio, que perdeu o último pênalti contra o Barcelona do Equador no Allianz Parque, não deve seguir em Palestra Itália. Deve ser envolvido em alguma troca e transformar em parte de pagamento para a chegada de algum outro reforço específico.

Muito dinheiro

Já não é segredo que o Palmeiras está conversando intensamente com o meia Lucas Lima, do Santos. O jogador já pode assinar com qualquer clube e já admitiu que não segue na Vila Belmiro na próxima temporada. Lima quer alçar voos maiores e tentar uma vaga na seleção de Tite, que disputará a Copa do Mundo da Rússia em 2018.

Publicidade

O empresário do meia recebeu sondagem da Inter de Milão, que ofereceu R$ 1 milhão por mês. O valor alto, no entanto, não atraiu a atenção do jogador de 27 anos. Ele tem medo de acontecer a mesma coisa que aconteceu com Gabigol. Não conseguiu se adaptar, passou por problemas e hoje amarga a reserva e sem qualquer tipo de perspectiva.

Alexandre Mattos, executivo de #Futebol do Palmeiras, já conversou com o empresário, que é pai de Neymar, e colocou os valores na mesa. Em cinco anos de contrato, Lucas Lima receberá quase R$ 60 milhões. Na assinatura do contrato, levará R$ 11,5 milhões livres de qualquer imposto. Esse valor é para mantê-lo motivado e o Palmeiras conseguir vendê-lo quando for possível por valor ainda maior.

Lucas Lima ouviu de Mattos que o Palmeiras montará um verdadeiro esquadrão, com grandes reforços e vai disputar a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes para vencer. Esse ponto também agradou o jogador, que estava sem visão de futuro no clube da Baixada Santista. #Mercado da bola