Hoje em dia sabemos que não é só lidar com os desperdícios de alimentos, mas sim, com todos insumos gerados na convivência domiciliar dos seres humanos,  a vivência diária de uma família normal de quatro pessoas que moram em baixo do mesmo teto,  geram kilos e kilos diariamente de resíduos, das mais variadas espécies, como  exemplo: plásticos, vidros, metais, químicos, orgânicos, etc. Sendo providencial, dar destino final a esses detritos, residuários, que geram poluição e doenças na população residencial, não esquecendo de  falar na proliferação de insetos e animais peçonhentos, perigosos ao ser humano, como exemplos: ratos, cobras, escorpiões, baratas, etc. A solução é: Reciclar e Compostar, recolhendo todo material solido do seu  quintal e da frente da sua residência, que por ventura foi jogado por alguém que ainda não se educou ambientalmente, ou sobras de materiais inservíveis que vagueiam pelas dispensas afora,  use sempre, separar por especies, numa lata você guarda vidros, em outra metais, e assim por diante, sempre separando as espécies de materiais gerados pelo consumo exagerado do ser  humano, depois de embaladas em suas respectivas embalagens, entregue a coleta seletiva do seu município, que busca em frente a sua residencia ou entregue para o caminhão do aterro sanitário, ou recicladores particulares que vendem o reciclado, e gera renda para sustentar suas famílias, por ultimo tente unir o útil ao agradável, pegue o que não te serve mais, como Pneus, garrafas, etc, transforme-os em artesanatos ou em outra utilidade. Os orgânicos você deve retorna-los de onde saíram, da terra, fazendo assim, compostagem, que nada mais é, do que misturar os orgânicos como: cascas de legumes, folhas, madeiras, sobra de comida, etc, misturando sempre até deteriorarem, e se englobarem como um adubo, na mesma terra do seu quintal, feito isso boa saúde, e viva feliz.