Estas cicatrizes aparecem geralmente no início da adolescência tanto em homens como em mulheres independente do tom da pele e sem reversão espontânea ao longo da vida. Na maioria das vezes comprometem a autoestima dos acometidos.

A nossa pele possui um limite de capacidade elástica que quando ultrapassado provoca um desarranjo e rompimento das fibras de colágeno e elastina dando origem a uma lesão. Para se recuperar, a pele reage formando uma cicatriz, que é a estria.

Fatores que podem levar ao aparecimento de estrias:

· Predisposição genética:

- se sua mãe, tias ou avós têm estrias, você também pode vir a ter;

· Fatores hormonais:

- alterações hormonais no período pré-menstrual,

- gravidez,

- uso de anticoncepcionais orais em altas dosagens,

- efeito do hormônio do crescimento (adolescência),

- entre outros;

· Distensões:

- devido à prática de esportes,

- lactação (crescimento das mamas),

- crescimento rápido do adolescente,

- efeito sanfona,

- gravidez;

· Abuso da exposição ao sol:

- o raio ultravioleta induz alterações nas fibras de colágeno e elastina, comprometendo suas propriedades;

· Doenças:

- Síndrome de Cushing:

- Síndrome de Marfan:

- Diabetes Mellitus.

Publicidade
Publicidade

Nos homens geralmente aparecem no abdômen, na região dos ombros e bumbum. Nas mulheres pode atingir os quadris, coxas e culote, surgindo primeiramente nas mamas durante a adolescência.

Prevenção

Os cosméticos para prevenir estrias são desenvolvidos visando principalmente mulheres grávidas e quando bem formulados conseguem reduzir a incidência no período gestacional.

Mulheres com histórico de estrias na puberdade e que fazem uso de produtos adequados podem conseguir significante prevenção no desenvolvimento das lesões. Os produtos adequados são com características emolientes, hidratantes e estimulantes tanto da circulação quanto da regeneração da pele. Devem ser usados diariamente em quantidades generosas, lembrando que não impedem a formação das estrias, podem reduzir sua quantidade, extensão e profundidade.

Publicidade

Uma alimentação rica em vitaminas e ingestão de água em quantidades ideais (em torno de 2 litros por dia) são a principal medida de prevenção. As vitaminas E, C e A são essenciais. A vitamina E, agente antioxidante e reparador da pele, é encontrada em alimentos como tomate, abacate, trigo e aveia. A vitamina C ajuda na síntese de colágeno e está presente na acerola, limão, laranja, kiwi, morango, goiaba e abacaxi, por exemplo. A vitamina A é importante para a formação de novas células, portanto rejuvenescimento da pele, presente na batata-doce, cenoura, abóbora, melão, damasco e manga. Alimentos ricos em zinco, como alguns grãos, carnes magras e leite também ajudam na formação de colágeno. A água é fator essencial para a hidratação da pele, o que contribui para que suporte melhor as distensões, independente do motivo.

Então minha amiga, capriche na ingestão de água e frutas! Sua pele e autoestima agradecem!