Quando pensa em atividade física, a mulher já se imagina dentro de uma academia, executando movimentos sequenciais sobremaneira complexos, numa extensa coreografia, ao lado de diversas outras pessoas. Os movimentos dela parecem estar sempre atrasados e com direção e sentido opostos aos demais alunos da turma, que parecem estar em perfeita sincronia. O homem, geralmente já se imagina entre barras, anilhas e máquinas, pelas quais está condenado ao sofrimento de se ver obrigado a levantar cargas exorbitantes, em movimentos mirabolantes, ou ficar sobre uma esteira que vai rolar por um tempo bem extenso. Imagina que para obter resultados satisfatórios, terá que frequentar a academia por um longo período, a perder de vista.

Publicidade
Publicidade

O grande erro, neste caso, é ficar apenas imaginando, já que a realidade é bem diferente. Atividade física não se traduz apenas nas atividades acima imaginadas pelas nossas simpáticas personagens. As que estão lá descritas são exercícios físicos, que em sua prática superando-se uma certa frequência, dentro de um predeterminado ciclo, passa a ser considerado treinamento. Atividade física é muito simples! A execução de qualquer sequência de movimentos que eleve a frequência cardíaca e respiratória além dos níveis de repouso, já pode ser considerada atividade física. Varrer o piso de casa, passar roupas, andar até a TV para mudar de canal, lavar o carro. Estes são alguns exemplos simples de atividade física doméstica. Experimente adequar a postura e lateralidade do corpo aos movimentos.

Publicidade

Entretanto, isto não seria o suficiente, quando buscamos resultados inerentes à prática de atividade física sistematizada, dentro de um planejamento prévio e com, pelo menos, uma meta preestabelecida a ser atingida. Isto é exercício físico! Mas não sofra antecipadamente, pois praticar exercícios também pode ser bem simples; mais simples até do que algumas das atividades caseiras citadas acima. Uma caminhada com distância e velocidade preestabelecidas é um excelente exercício para a maioria das pessoas. Neste caso, a sistematização consiste no volume (distância), intensidade (velocidade) e um objetivo, que pode ser a manutenção da saúde, por exemplo.

Não esqueça que exercício é também atividade física! Agora, que já vimos que não é um "bicho de sete cabeças", escolha o seu tipo preferido de atividade, dentre um diversidade gigantesca, procure orientação de um profissional de #Educação física, que poderá evoluir o seu exercício para treinamento, com pelo menos duas sessões por semana, a superar um mesociclo de atividades, ou seja, quatro semanas, e comece a praticá-la.