Hoje em dia, mais que nunca, muito tem-se falado sobre o câncer. As causas para essa doença são muitas, por vezes internas, em outras externas, e até mesmo uma junção de ambas. As causa externas encontram-se fora do corpo do indivíduo, que representam o meio ambiente e os costumes próprios de uma sociedade.

CAUSAS EXTERNAS

Cerca de 80 a 90% dos casos de câncer estão atrelados à fatores externos. Os principais fatores são o tabagismo, os hábitos alimentares, o alcoolismo, os hábitos sexuais, os medicamentos, os fatores profissionais- indústrias químicas - e a radiação solar.

O surgimento e a intensidade do câncer são intrinsecamente proporcionais à exposição aos fatores de risco.

Publicidade
Publicidade

Assim sendo, o risco de se ter câncer de pulmão é proporcional ao número de cigarros que se fuma; a possibilidade de se ter câncer de pele é proporcional ao tempo de exposição da pele desprotegida ao sol.

CAUSAS INTERNAS

As causas internas são casos de câncer originários apenas de fatores hereditários. Eles são raros, embora o fator genético exerça um papel de importância nessa enfermidade, dependendo do tipo da doença. Segundo estudos, 10% dos pacientes que desenvolvem retinoblastoma, por exemplo, apresentam algum histórico desse tumor na família.

Outros tipos de câncer também têm supostamente um fator hereditário bastante forte, porém não há como determinar se isso deve-se também a um fator comum externo pelo qual os membros da família tenham sido expostos.

COMO REDUZIR OS RISCOS DO CÂNCER

Não fume - Essa é a primeira e mais importante regra, pois pode evitar o câncer de pulmão, laringe, faringe, boca e estômago.

Publicidade

Quando se fuma, mais de 4.700 substâncias cancerígenas são liberadas e inaladas por fumantes e não fumantes.

Alimente-se bem - Ingerir alimentos saudáveis protege seu organismo contra o câncer. Tenha sempre uma alimentação equilibrada, variada, colorida e saborosa, Os maiores protetores do organismo são as frutas, as verduras, os legumes, os cereais integrais e o feijão. Coma-os diariamente a fim de auxilia-lo na prevenção do câncer.

Amamente - O leite materno é um alimentação saudável para seu bebê. Amamentar até pelo menos os seisprimeiros meses também pode proteger a mãe do câncer de mama.

Exercite-se - Atividades físicas diárias também favorecem a saúde, e não precisam ser radicais para promoverem saúde: caminhadas, danças, subida de escadas também podem torná-lo mais protegido contra doenças graves.

Não faça uso de bebidas alcoólicas - O consumo de bebidas alcoólicas, independente da quantidade ingerida, aumenta o risco do câncer se desenvolver.

Faça exames periodicamente - As mulheres com mais de 25 anos e menos de 65 devem fazer exames ginecológicos a cada 3 anos.

Publicidade

Já os exames de mama devem ser realizados pelas mulheres com 40 anos ou mais todos os anos. Após os 40 anos, os homens devem fazer exame da próstata.

Proteja-se do sol - Evite ficar exposto ao sol por um período prolongado entre as 10 horas da manhã e as 4 horas da tarde. Caso isso não seja possível, utilize sempre alguma proteção à sua pele, como um protetor solar - nos lábios inclusive- e um chapéu. Quem fica exposto ao sol por muito tempo devido ao trabalho deve utilizar chapéu, roupas com manga comprida e calças.

Use preservativos - A camisinha pode protegê-lo de certos tipos de câncer, como os do colo do útero, ânus, pênis, boca e da orofaringe.

Cuide-se bem e aproveite a vida! #Curiosidades