Há décadas que se fala no aquecimento global e seus efeitos. Com o aumento da temperatura média global, todo o clima de uma região é modificado e pode ser o responsável por vários desastres ambientais, afetando de forma profunda a biodiversidade.

Quais as causas do aquecimento global?

Há muita pesquisa com relação às causas do aquecimento global - uma parte da comunidade científica defende que trata-se de um processo natural, uma fase de transição natural do planeta, um processo dinâmico e lento e que causa o aumento da temperatura.

Mas a grande parte das atribuições são relacionadas às atividades do ser humano, que aumentam o efeito estufa através da queima de gases como o petróleo e o gás natural, por exemplo, produzindo o dióxido de carbono, o óxido nitroso e o metano.

Publicidade
Publicidade

Essa produção funciona como uma estufa e retem o calor das radiações solares, o que causa o aumento da temperatura. Outra causa é atribuída aos desmatamentos, que continuam de forma incontrolável.

De que forma o aquecimento global afetará lugares a ponto deles sumirem?

Quase não dá para acreditar, mas alguns lugares de sonho, lugares paradisíacos, podem já não ser conhecidos pelas futuras gerações, pois podem desaparecer - isso devido ao nível do mar, que deve subir devido ao degelo de locais como a Groelândia.

Um relatório da ONU aponta que, com a subida das águas, uma das áreas mais afetadas será a Polinésia e suas ilhas, no Pacífico Sul.

O Pacífico Sul será o mais afetado porque justamente essa parte localiza-se em média a um metro de altitude. Dessa forma, qualquer variação, mesmo que pequena, pode destruir toda a infraestrutura local.

Publicidade

Os governos locais tentam chamar a atenção do mundo com placas espalhadas por esses lugares, dizendo: "Última chance de ver o paraíso". Infelizmente, isso é verdade.

Veja os lugares que correm esse risco: Ilhas Maldivas, Ilhas Fiji, Palau, Kiribati e Tuvalu. As Maldivas talvez sejam as primeiras a sumirem do mapa. Tuvalu, segundo a ONU, é um dos países que causam menos poluição no mundo, e há chances da população local ser evacuada para Nova Zelândia ou Austrália. Kiribati é conhecida como Atlântida Moderna e acredita-se que a cada ano a água suba 10 milímetros nesse local. #Turismo #Curiosidades

É bem preocupante e triste saber que lugares assim possam não existir mais em um futuro não tão distante.