Tanto a palavra microftalmia quanto a anoftalmia referem-se a problemas existentes no globo ocular. A microftalmia é quando a pessoa tem um globo ocular menor do que o outro enquanto a anoftalmia é quando um globo ocular não existe, ou seja, é ausente. Há também casos em que elas acometem os dois olhos e são chamadas de bilateral.

Saiba mais sobre a Microftalmia e Anoftalmia

Em cada 10 mil bebês que nascem, um deles apresenta um quadro de microftalmia. Isso faz com que ela seja mais frequente do que a anoftalmia, que tem um caso em cada 100 mil nascimentos. Em alguns casos, a microftalmia apresenta-se como um globo ocular menor, mas em outros, ele é tão pequeno que chega a ser confundido com a anoftalmia.

Publicidade
Publicidade

Quando isso acontece, é necessário fazer um exame específico chamado de histopatológico para poder diferenciar um problema do outro.

Essa diferenciação de tamanho dos olhos ou até ausência do globo podem estar relacionadas à mutação genética ou a variação em um cromossomo. Dentre os genes envolvidos estão o SOX2, SIX6 e PAX6. Há também fatores ambientais que podem levar a pessoa a nascer com um desses quadros. Talidomida, rubéola, alcoolismo, exposição à benomyl, entre outras questões ambientais a que a gestante seja exposta, também podem levar a um desses problemas. Mesmo assim, em muitos casos, a conclusão do motivo não é possível.

Como a Microftalmia e Anoftalmia são tratadas?

Como há a ausência ou menor volume do globo, isso acaba afetando todo o desenvolvimento do rosto do bebê.

Publicidade

Isso acontece por que o globo ocular acaba tendo a função de fazer uma pressão para que cavidade óssea orbitária se expanda. Se ele não existe, essa pressão não é feita e o desenvolvimento é afetado.

Por isso, o tratamento precisa suprir essa ausência, ou esse menor volume do globo ocular, para que a simetria do rosto seja menos afetada. Durante o desenvolvimento da criança, é necessário colocar conformadores sob medida que vão sendo trocados de acordo com o crescimento. Eles vão exercer a função de pressão que o globo ocular faria.

Para garantir uma melhor simetria facial, é melhor começar esse tratamento o quanto antes, pois o desenvolvimento do rosto da criança é muito rápido. Depois do desenvolvimento, esses conformadores são trocados por uma prótese ocular, pintada que fica como se fosse um olho. Com isso, a parte estética é garantida.