De tudo o que acontece em todo o planeta, parece que nada tem tirado o sono ou assombrado mais e, tampouco existe algo semelhante ao "Fantasma da Seca" que hoje se revela mais do que nunca por toda a parte em todo o mundo. Não há guerra, crise econômica, falta de emprego ou de alimento, ou outra coisa que assuste mais a humanidade do que a idéia da falta de água potável nos dias atuais, em um futuro próximo ou mesmo em um futuro distante que seja. O fato é que muitos estão tendo que conviver com este mesmo fantasma, ou com esta mesma realidade que já chegou por tantos lugares há tempos e agora tem deixado seu "cartão-de-visita" pela primeira vez em tantos outros lugares onde parece que a incredulidade acerca deste assunto prevalecia em lugar do planejamento e do respeito pelos outros e por si próprio. Faz anos que surgem notícias de pesquisas e estudos relacionados ao consumo desenfreado da água potável, alertando a todos os quatro cantos do planeta de que isto iria terminar mal se continuasse.

Estudos mostraram que a escassez da água potável no planeta já era uma realidade, mas parece que a maioria das pessoas não se atentaram, não acreditaram e criaram seu mundo fictício onde diziam: "Eu estou pagando, então posso usar como eu quiser". Mas e agora, e quando não se tem mais, nem pagando? Agora a pergunta se resume em: Quem vai pagar a conta da falta de água?

Mas como pode uma fonte de água renovável, e digamos, inesgotável, se acabar?

Como isto é possível? Imagine isto, feche os seus olhos e veja em sua mente as seguintes cenas: desperdício, mau uso, poluição de fontes, desvios de cursos de rios em prol do progresso e mais tantos atos relacionados ao uso da água potável. Somando isto aos fatores climáticos atuais que não ajudam em nada na renovação e na conservação da "inesgotável e renovável fonte de água potável", temos a resposta que procuramos.

Sem contar que o crescimento da população mundial tem implicado em um consumo de água tão alto, que pode-se dizer que jamais tinha sido previsto. Ou seja, nada do que está acontecendo hoje tinha sido levado em conta, pois se assim fosse, algum planejamento teria sido feito na prática, mas o que sempre se viu são acordos, convenções e reuniões com líderes mundiais, mas que não passaram de um monte de papel com textos e assinaturas.

O grande fantasma da seca hoje está se revelando real, verdadeiro e implacável.

Nada se compara com a falta de água que dói tanto no corpo, na mente e até mesmo na alma da humanidade, pois água significa vida, não é mesmo? Mas a consciência é que deve sentir mais, pois a essa altura, não existem desculpas que sirvam para justificar tanto tempo de descrença e descaso por parte de todos os envolvidos neste processo, ou seja, todos nós.

Então eis a indagação: Como voltar atrás e corrigir tantos erros? Pois a resposta é bem simples:

A #Natureza sempre foi perfeita, mas com a intervenção do homem tudo mudou de rumo e não se tem certeza de mais nada. Afinal, quem pode prever os passos da gigante mãe natureza? Pois ela própria tem tentado corrigir os males que lhe foram causados por nós que há tanto tempo temos tentado a dominar e por hora pensávamos ter conseguido. Mas tudo o que conseguimos foi "atirar em nosso próprio pé" e agora nada mais resta a não ser devolver o domínio de tudo e buscar alternativas que não sejam degradar, agredir e instigar o tempo a agir contra nós mesmos. #Opinião