Programada para o próximo dia 30, em Ipanema, a Marcha do Orgulho Hétero pretende provavelmente mostrar que não é correto ser politicamente incorreto, com certeza, provocará polêmica. Conquanto os organizadores, homens e mulheres heterossexuais, afirmarem que se trata de uma brincadeira, é provável que a repercussão ganhe interpretação de homofobia. O grupo é pequeno, mas pode aumentar até o dia marcado. O objetivo, segundo um dos organizadores, é mostrar que há ainda os que têm armários dos quais só "sai roupa", heterossexuais, que "estão acabando", face ao forte "lobby gay" que impera no momento.

Um integrante da Confraria do Garoto, que apoia o movimento, demonstrando inspiração lúdica, disse: "Estamos preocupados com a concorrência desleal e com o risco de extinção".

Publicidade
Publicidade

Diante disso, podemos observar que realmente não há aspecto preconceituoso na realização do evento programado. Se observarmos melhor o que tem ocorrido nas Paradas do Orgulho Gay, as demonstrações de convicção dos participantes são muito fortes e até excessivas, algumas até constrangedoras, o que não se espera que ocorram na Pequena Grande Marcha do Orgulho Hétero.

Quanto a isso, há uma preocupação de como tornar divertida a Marcha Hétero a ponto de concorrer com a Parada Gay, de tantas excentricidades, de tantas extravagâncias, que as tornam para muitos, atraentes. Será que nestas não existe uma reação a qualquer tentativa preconcebida de homofobia? E como idealizar algo divertido sem que pareça uma reação contra o que demonstram os participantes dessa Parada Gay cuja realização, neste domingo, foi marcada por ações de grupos de bandidos que provocaram arrastões e roubo de celulares.

Publicidade

Também, como sempre acontecem em eventos desse porte, brigas e tumultos aconteceram. Excessos e insegurança como esses não devem acontecer, num evento de menores proporções, com talvez com menores manifestações: no caso, não haverá concorrência.

A grande questão em torno da disputa que se avizinha é a dos limites projetados para o respeito à integridade física e moral das pessoas e da sociedade, não se esquecendo de incluir nesta, crianças e adolescentes que se espelham no exemplo dos adultos que representam a continuação de todo o funcionamento da sociedade que esperamos que seja digna e preciosa para nosso orgulho. É a nossa grande e esperançosa expectativa. #Opinião