Quem nunca teve um animal de estimação e está pensando nisso, precisa estar bem ciente de tudo que vem junto com ele - não é como ir na loja e comprar um bichinho de pelúcia, que vai ficar lá, quietinho e enfeitando a casa. Por isso um pouco mais de esclarecimento e algumas dicas não farão mal algum. Ter um bichinho de estimação é como uma terapia. Além de ser uma companhia, eles ajudam a diminuir o estresse, ajudam com o bem-estar da pessoa, já que trazem alegria à vida de alguém. E alegria, vocês sabem, libera endorfina, um hormônio altamente relaxante. Não é à toa que #Animais são usados em tratamentos de pessoas depressivas, assim como ajudam pessoas idosas e crianças que sofrem de outras doenças.

Publicidade
Publicidade

Muitos centros de saúde e hospitais adotaram a prática de ter animais de estimação como coadjuvantes em tratamentos, principalmente de crianças, por quem eles demonstram um amor sem fim.

Responsabilidades e Cuidados

Deve-se ter a consciência de que um animal de estimação não pode, nem deve, causar desconforto a outros, principalmente vizinhos. O animal tem que ter seu próprio espaço e não ser deixado na rua, inclusive pelo fato das suas necessidades. Deve-se cuidar para que ele não suje espaços públicos. Todo animal precisa de cuidados como desverminação, vacinas, banhos e higiene constante. Uma boa alimentação também, para garantir uma vida saudável ao seu bichinho. Uma dica muito importante: opte pela castração do seu animal, não é nenhuma maldade - maldade é deixar eles procriarem e ficaram jogados pelas ruas, um grande problema que temos.

Publicidade

Aproveite a oportunidade e dê uma chance a um animal que foi abandonado e que muitas vezes sofreu maus tratos, adote. Você terá o melhor amigo para a vida toda.

Qual bichinho escolher

Essa é uma decisão que dependerá totalmente do seu estilo de vida e também de gosto pessoal e deve-se considerar também o espaço. Vamos considerar #Cães e #Gatos. Quem tem uma vida atribulada e não para muito tempo em casa, não terá tanto tempo para cuidar de um cão, nesse caso, um gato seria uma ótima escolha. Se você é uma pessoa que não gosta de gatos, um conselho: tente, você mudará de ideia bem rápido - gatos são independentes sim, mas adoram carinho, conhecem o dono e são muito brincalhões e divertidos.

Agora, se você tem espaço e passa algum tempo em casa, cães são a escolha perfeita - quem mais companheiro e amigo que eles? São muito leais e mais obedientes que os gatos. São também muito carinhosos e adoram uma brincadeira ou um passeio com o seu dono. Uma outra opções é ter os dois. Esqueça aquela história de que gato e cachorro não se dão, desde que se conheçam e que seus donos não incitem as discórdias, eles são os melhores amigos que podem existir.