Onde são encontradas

As plantas carnívoras se destacam na #Natureza por apresentarem diferentes formas em sua estrutura. São encontradas no mundo todo, mas sua maior ocorrência está nas regiões tropicais e subtropicais do planeta, com predominância no Sudoeste Asiático, Américas e Austrália.

O Brasil está em segundo lugar no ranking de número de diferentes espécies dessa planta. Já foram catalogadas aproximadamente oitenta espécies no país.

Existe uma grande diversidade entre elas, principalmente quanto às estruturas reprodutivas, entretanto apresentam estratégias semelhantes na captura e digestão dos alimentos.

Publicidade
Publicidade

Não é mito, as plantas carnívoras atraem, capturam e digerem os insetos e pequenos animais.

A classificação das plantas e seus mecanismos de captura

São classificadas como plantas entomófagas, ou seja, aquelas que com o decorrer de sua evolução desenvolveram a habilidade na captura de presas, como um complemento nutricional. Isso se deve por viverem em solos pobres em nutrientes, como o nitrogênio e o fósforo, que comprometem o desenvolvimento de suas raízes. Cada espécie sofreu um tipo de modificação na sua estrutura, a qual faz com que as folhas sejam transformadas em armadilhas capazes de capturar, prender e digerir por ação de enzimas insetos e pequenos animais.

Os mecanismos de captura das plantas podem ser: do tipo armadilhas de Vênus ou Jaulas, são as mais comuns. Suas folhas são modificadas em duas metades, com um gatilho no seu interior, que será acionado quando tocado por um inseto.

Publicidade

Um mecanismo é separado, que fecha as duas partes da folha prendendo o inseto. Só voltará a abrir depois da digestão completa da presa. As espécies que apresentam esse tipo de armadilha são Dionaea e Aldrovanda.

Já as plantas com armadilha de Ascidios, utilizam um perfume muito agradável para atraírem e capturarem suas presas. Possuem folhas altamente especializadas, inchadas e ocas que se parecem com uma jarra, e contém o suco digestivo no seu interior. Os insetos se afogam nesse líquido e são digeridos pelas enzimas. Essa estrutura está presente em algumas famílias como as Cephalotus, Heliamphora, Nenphetes, etc.

As plantas carnívoras também desenvolveram armadilhas Subterrâneas e Colantes. As subterrâneas capturam pequenos organismos através de substâncias liberadas por elas no solo ou na água. Já a tipo colante possuem glândulas colantes espalhadas nas folhas ou na planta toda, é encontrada nas Byblis, Ibicella e Drosera. #Inovação #Curiosidades