O espiritismo é visto como uma religião, como doutrina codificada pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, usando o pseudônimo de Allan Kardec. É uma doutrina, uma religião e também uma ciência. Eu o vejo como uma ciência, quando falo de espiritismo, logo penso na lógica. É uma doutrina filosófica voltada para o aperfeiçoamento do homem, que acredita que o seu destino único é a evolução, mas aqui não vou falar de religião, nem da doutrina, e muito menos da ciência, vou falar de fatos reais.

Mais ou menos aos três anos de idade, eu via moedas subindo as paredes. Eu achava que aquilo era normal, moedas subirem a parede.

Publicidade
Publicidade

Quando eu contava para minha mãe que as moedas passavam embaixo da porta, andavam pelo chão e até subiam pelas paredes, ela ria e dizia que era o poder da mente dela, que ela que fazia as moedas brincarem comigo, e eu acreditei.

Achava minha mãe poderosa, extraordinária, como podia ela ter um poder tão forte de fazer as moedas brincarem comigo. Depois das moedas vieram muitas outras coisas, mas até hoje não sei se eu era uma criança cheia de imaginação que acreditava ver objetos andarem pelo quarto, ou se minha mãe fazia alguma coisa para me distrair e conseguia me enganar, já que criança acredita nas coisas mais absurdas possíveis.

Tento desvendar esse mistério até hoje, e sinceramente nunca consegui. Até hoje não consigo entender. Estava minha mãe me enganando? Ou será que espíritos brincavam comigo? Ou nem uma coisa nem outra? Apenas minha imaginação?

Bom o que sei é que esse é um ministério que levarei comigo, já que só eu vi e como era tão pequenina não sei definir o fenômeno, ou se realmente foi algo assim.

Publicidade

Mas uma coisa é certa, cresci no meio termo, meio lá, meio cá.

A moeda, como chama esse artigo, foi o primeiro acontecimento marcante da minha vida, e olha que me lembro de bem pouco da minha infância. Parece que apaguei da memória muitos fatos, mas destacam-se os "fenômenos" que vieram me acompanhando por longos anos, e que sempre deixei aqui trancado na minha memória e quero dividir com muitos que andam por ai tentando explicações para seus talvez devaneios. #Igreja #Opinião #Curiosidades