Voltando aos "fenômenos", depois do episódio das moedas, veio o do quadro. Na sala da minha casa tinha um quadro com uma pintura de Jesus Cristo, que eu gostava de observar, sei lá porquê; acho que apenas achava-o bonito, sim, um homem bonito, e que na minha inocência nem sabia quem era aquele senhor que enfeitava a parede da sala lá de casa.

Com quatro anos eu havia ficado doente, uma febre que não passava, mas não sentia dores, era uma febre emocional - acredito nisso hoje. A gente tinha um cão, o nosso Totó, que era um cachorro vira-latas preto, mas muito inteligente, e quando penso nele penso numa pessoa de quatro patas.

Publicidade
Publicidade

Um dia, minha mãe, na tentativa de separar uma briga do Totó com um cachorro desconhecido, acertou de cheio o pobre coitado do Totó, que olhou pra ela cheio de mágoa e desistindo da briga com o outro cachorro. Foi embora com o semblante tão triste que senti vontade de chorar, mas mais uma vez, a idade não ajudou, era muito pequena e não estava entendendo nada o que acontecia ali. Só sei que ele não voltou por dias e eu ardia em febre e nada fazia com que ela fosse embora.

Lembro que estava deitada no sofá da sala e, como de costume, observava o quadro, quando vi os lábios daquele senhor, sim porque na época ele era um senhor, quase um ancião para mim que só tinha míseros quatro anos. Os lábios entreabriram e vi subir os cantos da boca, e não foi só, vi também seus olhos sorrindo e me olhando, sim porque quando sorrimos os olhos sorriem juntos.

Publicidade

Não sei o que senti, acho que nada de tão forte, mas sei que gritava: "mãe, Jesus está rindo para mim!" Gritei por várias vezes e nem me lembro se ela deu alguma importância, a única coisa que me lembro é que após esse episódio vi o Totó entrando na sala, lambeu meu rosto, e saiu. E eu? Minha febre foi embora como que um milagre. O Totó? Nunca mais o vi.

O quadro? Tive ele por muitos anos, até que molhou e estragou, será que era um quadro mágico? Não sei até hoje também o que aconteceu aquele dia. Só sei que hoje tenho um quadro igualzinho que meu irmão me deu, mas esse nunca sorriu para mim. Apesar de ficar horas olhando pra ele e tentando ver alguma reação nos seus lábios, ele não sorri. #Igreja