Será que uma pancada no olho é algo para se preocupar? A resposta é sim! Quedas, socos, batidas, ferimentos ou qualquer outra coisa que envolva o olho deve servir como um alerta para procurar um oftalmologista o quanto antes. Ele poderá ver a gravidade do sangramento interno, medir a pressão intraocular, dentre outros cuidados que se fazem necessário para impedir uma má evolução do problema.

Consequências dos acidentes que causam trauma ocular

O socorro de um trauma ocular precisa ser o mais rápido possível, pois são nas primeiras 24 horas que há o extravasamento de sangue e dá aquele aspecto que no geral chamamos de "olho preto".

Publicidade
Publicidade

Quando a lesão é superficial ela recebe o nome de hifema e pode atrapalhar a visão parcial ou totalmente. Já as lesões mais graves são as que acontecem internamente e, muitas vezes, causam aumento da pressão intraocular que pode levar a uma mancha de córnea e consequente diminuição da visão. Há também casos de sangramento na câmara localizada na parte anterior do olho.

O sangue, ao invés de causar o famoso olho preto, pode vazar para dentro e danificar o cristalino e a íris. Deslocamento de retina e hemorragias internas também são frequentes e resultam em uma imagem desfocada, borrada ou com formas irregulares e perda da capacidade visual. Casos mais sérios chegam a causar rompimento no globo ocular.

As lesões leves são tratadas a base de repouso e anti-inflamatórios. Deve-se aumentar a ingestão hídrica e evitar qualquer tipo de exercícios.

Publicidade

Quando a pressão intraocular é comprometida, o procedimento cirúrgico poderá ser necessário, de acordo com o protocolo médico. Há riscos de novos sangramentos até cinco dias depois de o trauma ter acontecido.

Causas de traumas oculares

Uma das principais causas de cegueira é consequência de traumas oculares. Muitos deles são causados por falta de uso do 'Equipamento Individual de Proteção' enquanto se está trabalhando ou realizando alguma atividade de risco, ou seja, o uso de óculos de proteção diminuiria o índice de cegueira. As queimaduras oculares são causas frequentes de trauma. Além de lavar com água corrente, é necessário procurar um médico. No caso de perfuração deve-se colocar um copo plástico sobre o olho para proteger e ir rapidamente para o oftalmologista. Já quando ocorrem pancadas, elas podem levar ao descolamento de retina.

Embora até agora tenhamos falado de vários casos que envolvem mais adultos do que crianças, é válido lembrar que elas também estão sujeitas a graves traumas oculares. Traumas domésticos e perfurações causadas por objetos perfuro cortantes são os principais riscos. Enquanto isso, nos adultos, os traumas físicos ou acidentes de trabalhos são os mais frequentes. Em casos mais graves, onde haja perda de visão e nos quais a enucleação se faça necessária, o uso de próteses oculares pode garantir a harmonização da parte estética.

Ainda sobrou alguma dúvida sobre o tema? Deixe o seu comentário! #Dicas