Mais uma vez a indústria cinematográfica surpreende com suas ações em busca de uma perfeição mostrada em suas películas e pelo Marketing que muitas vezes envolve milhões. Dessa vez a marca envolvida é a Aston Martin, empresa Britânica fabricante de carros esportivos e de luxo. Sua maior vitrine são os filmes do personagem James Bond onde a primeira aparição ocorre com 007 Contra Goldfinger, com o modelo do automóvel,um Aston Martin DB5. Um modelo com linhas lindíssimas, mesmo nos tempos de hoje. O carro fez tanto sucesso junto ao personagem que a linha DB tornou-se um ícone próprio, automaticamente sendo conhecida como o automóvel do agente 007.

Publicidade
Publicidade

Aston Martin DB10

A Aston Martin criou para o novo filme do James Bond o ¨Spectre¨, modelo DB10. A diferença é que esse modelo não será vendido, ele será utilizado especialmente para as filmagens do novo filme. Marek Reichman, chefe da equipe criativa da Aston Martin, trabalhou em estreita parceria com o diretor do filme Sam Mendes para auxiliar na criação do carro do espião. Andy Palmer, CEO da montadora, declarou que produção do novo DB10 será limitada a dez unidades construídas pelos desenhistas e engenheiros e artesãos altamente qualificados na sede da empresa em Gaydon.

Marketing ou Mito?

Por que criar um automóvel especialmente para um filme? Não seria mais lógico criar o modelo e lançá-lo em uma campanha junto com a estreia? Com certeza as vendas seriam fantásticas.

Publicidade

James Bond já se tornou um mito, todos sabem quem é 007, o agente com permissão para matar e o seu carro sempre será lembrado como o Aston Martin. Duas lendas, dois mitos, dois personagens. A intenção da marca e da produtora responsável pelo personagem é criar um mito para ser desejado, principalmente quando o carro que veremos em tela não será comercializado, afinal o personagem merece um carro único. A empresa não descarta a possibilidade de, depois de lançado o filme, algum modelo possa ser comercializado com as linhas próximas ao modelo especial criado para o personagem. Esse tipo de ação só aumenta o desejo pela marca e por seus automóveis, que por si só são peças altamente desejadas. Afinal, quem não gostaria de dirigir e ter o modelo utilizado pelo agente James Bond? #Automobilismo