Entra ano e sai ano, nos meses de verão as tendências de #Moda praia deixam os flashes dos desfiles para estar sob o sol, o maior de todos os holofotes, na mais democrática das passarelas: a areia. Diferentemente das mulheres, que têm diversas opções ao seu dispor nas vitrines. Com a chegada da alta estação, volta a pairar a velha dúvida nos homens para fazer a melhor escolha: usar sunga ou bermuda para curtir o dia na praia?

Refletindo a era de contemporaneidade globalizada pelas redes sociais que vivemos, o verão 2015 também terá espaço para tudo e todos pelas praias do Brasil. Mas saibam os adeptos das bermudas de praia, aquelas geralmente largas de taquetel, que apesar de ainda não estarem 'banidas', como dizem algumas mulheres, a bermuda chama menos atenção que a sunga - no caso o modelo sungão mais reto nas coxas.

Publicidade
Publicidade

Para elas, o modelo mais cavado, chamado sunguinha, já está fora de moda. "Sungão fica muito mais bonito, com certeza", diz a comerciante Margarete Márcia dos Santos, 48.

Apesar da preferência feminina, basta percorrer as praias preferidas dos turistas para perceber que verão é tempo de descansar, ouvindo o barulho do mar, seja de bermuda ou de sunga, o que vale é relaxar. "Olha para os padrões de bermuda de hoje, acho que têm uma característica mais esportiva, de surfe, a cara da região", comenta a cantora e compositora de São Sebastião, Ana France, 56.

Para agradar aos gostos exigentes, as grifes de moda praia mais bacanas do país lançaram suas coleções apostando alto em modelos animal print ou referências brasileiras nas estampas de animais silvestres da mata atlântica, além dos tons em cores lisas que seguem entre os preferidos dos homens.

Publicidade

Em média, o preço de uma sunga de grife é de R$ 170; já as bermudas saem R$ 150 com pagamento parcelado. "Prefiro sunga, transparece mais masculinidade", contou a funcionária publica Maristela Silva, 35.

Ousadia - Para o jornalista paulistano Thiago Tomaz, 28, a mulher brasileira está cada vez mais ousada e também quer que o homem se mostre mais. "Vou à praia frequentemente, prefiro usar sunga. Gosto de tomar sol por igual no corpo todo", disse ele.

A psicóloga de São Sebastião Valeria Souza Ramos, 47, também considera a ousadia dos brasileiros, tanto das mulheres quanto dos homens, única no mundo. De férias, por três semanas no Brasil para passar as festas de fim de ano com a família, ela contou que mora na Arábia Saudita, Oriente Médio, região do Golfo Pérsico entre Quatar, Barein e Dubai. "Na praia, mulheres não podem usar biquíni, homens não podem usar sunga". "Enfrentamos sol de 58 graus lá", disse ela. Quando está no Brasil, Valeria contou que prefere que o seu marido use sunga. #Turismo #Natal