Em 2000 AC os povos babilônicos usavam enormes #Cães em seus exércitos. Até 1850, os cães eram usados para uma espécie de esporte na Inglaterra chamado de Bull baiting. Nesse esporte, colocavam um touro preso e esfregavam pimenta em seu focinho para que ele ficasse furioso. Depois soltavam cachorros que deveriam imobilizar o touro, mordendo e se segurando em seu nariz ou orelhas até que o touro tombasse. Muitos açougues da época gostavam de vender carne de touros que tivessem participado de Bull baiting, pois acreditavam que devido à essa prática a carne estaria mais macia.

Após 1850 esse esporte foi proibido. Foi aí que os apreciadores de lutas de animais resolveram criar uma raça de cães para que fizessem rinhas entre eles.

Publicidade
Publicidade

Nessa época, criadores na Inglaterra, Irlanda e Escócia começaram a fazer experimentos cruzando Terriers e Buldogues com a intenção de criar uma raça esportista, como são os Terriers, e resistente e atlética, como são os buldogues. Estava então criado o Pitbull, um animal resistente e corajoso, perfeito para as rinhas de cães.

Com o tempo, esses cães migraram para os Estados Unidos para guardar fazendas, servir como boiadeiros e cães de caça.

O Pitbull é um cachorro resistente e auto-confiante. Seu proprietário precisa sociabilizá-lo e treiná-lo com cuidado, para que ele seja obediente. Esse tipo de cão também não pode ficar preso em espaços pequenos e nem em correntes, pois isso ressalta sua agressividade. Como o Pitbull é ágil, convém que seja colocado protegido por um muro alto para que não pule.

Publicidade

Ele também deve socializar-se desde pequeno. É um cão que necessita de exercícios musculares, porém nunca devem ser utilizados quaisquer tipo de anabolizantes nele. Eles devem também estar sempre com focinheiras ao serem levados para passeio.

Ao contrário do que se imagina, a grande maioria dos Pitbulls não são agressivos com pessoas. Eles apenas tornam-se agressivos quando são criados de forma inadequada por criminosos, para brigar e amedrontar pessoas, quando são mal alimentados ou vivem confinados em locais inadequados. Os Pitbulls na verdade são menos propensos a atacar pessoas que os Collies, Pastores Alemães, Golden Retrievers e Dálmatas.

No caso de confrontar-se com um Pitbull, não faça nenhum movimento brusco e evite olhá-lo nos olhos, pois isso pode ser encarado como uma afronta por parte do animal.

Eles geralmente vivem de 12 a 14 anos. #Curiosidades