O Focus sempre foi uma referência, entre os médios-compactos. E se a terceira geração demorou quase três anos para chegar ao Brasil, a Ford compensa o atraso de outrora com a atualização do modelo menos de dois anos após seu desembarque por aqui.

A versão 2016 traz mais conteúdo e tecnologia, com destaque para os faróis de xenônio (exclusivos da versão topo de linha), que ganham facho adaptativo e função direcional, assistente de estacionamento que passa a “manobrar” também em vagas perpendiculares e sistema de frenagem automática (Active City Stop ou ACS), capaz de evitar engavetamentos em velocidades abaixo de 50 km/h.

Publicidade
Publicidade

A gama 2016 foi enxugada e o modelo S deixa de ser ofertado. “Os clientes deste segmento buscam veículos cada vez mais completos e, enquanto a versão básica respondia por mais de 50% das vendas do Focus, há quatro anos, neste ano sua participação não passou de 10%”, disse o gerente de marketing da marca, Oswaldo Ramos.

O catálogo agora parte de R$ 69.900 (Focus SE 1.6, de 135 cv, equipado com câmbio manual de cinco marchas) e chega a R$ 95.900 (Titanium Plus 2.0, de 178 cv, equipado com câmbio pré-seletivo Powershift de embreagem dupla e seis marchas).

O modelo topo de linha, que antes respondia por menos de 5% do mix comercial, deve ficar com uma fatia de mais de 40%”, avaliou Ramos.

Reestilizado, o Focus 2016 foca a segurança e, além do Active City Stop (ACS), há outro importante reforço no campo da proteção.

Publicidade

O controle eletrônico de estabilidade (ESP), que passa a equipar todas as versões do médio-compacto, também evoluiu: com as funções ETS e TVC, ele agora atua preventivamente, detectando a iminência de uma derrapagem e freando uma das rodas dianteiras, nas curvas, evitando perda de tração. A chamada de emergência também foi integrada ao sistema multimídia My Link.

Some a isso novas conveniências, como a chave inteligente My Key que permite a configuração de padrões de desempenho e reprodução de áudio, limitando velocidade máxima e volume do som, muito úteis para quem empresta o carro para os filhos ou usa serviço de manobristas.

Com o mar não está para peixe, a Ford – inteligentemente – não aumentou os preços do Focus para 2016. Pelo contrário, anunciou que seus concessionários darão até 15% de bonificação para os donos de um modelo 2014 ou deste ano que optarem pela troca. “Temos, sempre, de vender mais”, comentou o diretor de marketing da Ford, Guy Rodriguez, que fez questão de frisar a liderança do Focus em seu segmento, com uma participação de quase 28%, à frente da dupla formada por Volkswagen Golf e Chevrolet Cruze. #Automobilismo #Inovação #Blasting News Brasil