Segue em cartaz até o dia 19 deste mês, na Fondation Pierre Bergé-Yves Saint Laurent, em Paris, a mostra “1971 La Collection Du Scandale”, um prato cheio para os fashionistas que desembarcam nesta semana na Cidade Luz para os lançamentos da alta costura. A mostra traz a recriação das 80 peças que foram notícia no mundo inteiro, naquela primavera, quando o estilista conseguiu desagradar gregos e troianos com uma atitude que, hoje, está mais do que na #Moda: o retrô.

A coleção “Libération”, de 1971, se inspirava no pós-guerra e trazia entre seus destaques ombros quadrados, saias na altura dos joelhos, saltos plataforma e estampas que pareciam saídas de um filme britânico da década de 40 – um desastre absoluto.

Publicidade
Publicidade

Entre as manchetes que o estilista colecionou, na época, “Yves Saint Laurent insulta a moda” e “Verdadeiramente detestável” mostram que as críticas não foram poucas e muito menos comedidas.

“Anos depois do fiasco, Saint Laurent disse que, na verdade, estava fazendo uma experiência inspirada pelas roupas que sua amiga, Paloma Picasso, comprava em mercados de pulgas”, conta o curador da mostra, Olivier Saillard. “Ele desfiou ainda mais a linha que separava a alta costura do ‘prêt-à-porter’ e isso foi um escândalo”.

Houve até que entendesse sua atitude, como o jornal “Le Figaro”: “Saint Laurent parece sentir saudade de uma era que ele não vivenciou e, talvez, isso lhe sirva de uma boa desculpa”, contemporizou o texto do diário parisiense. Mas as críticas imperaram. Quem visita a exposição tem a exata medida do escândalo que a coleção provocou, na época, vendo o filme de sua ‘avant première’ para clientes e críticos.

Publicidade

Da entrada dos convidados que passam pelo salão ornamentado e se sentam para o desfile às suas reações de desconforto, fica evidente que todos ali ficaram desorientados com as criações de Saint Laurent. Enquanto algumas pessoas procuram explicação no programa, outras não escondem seu descontentamento e, em meio a tudo, a câmera capta um dorminhoco na primeira fila. O mais curioso de tudo é ver que aquilo que chocou o mundo da moda, há quase meio século, parece de uma atualidade espantosa. Para quem está de viagem marcada, imperdível! #Famosos #Curiosidades