modelo Melanie Gaydos realiza o seu trabalho em Nova York. Porém não é apenas mais uma modelo entre muitas, pois com a surpreendente aparência, ela conseguiu ultrapassar todas as barreiras e conquistou o seu espaço no mundo das passarelas. Ao portal BBC, Melanie conta que nasceu com uma mutação genética, que tem o nome de displasia ectodérmica, que prejudica o crescimento dos cabelos, dentes, unhas e afeta a pele.

A modelo compareceu em diversos desfiles nesse ano na semana da moda de Nova York. Também participou de vários trabalhos fotográficos como modelo artístico e editorias de moda, despertando o interesse da mídia.

Publicidade
Publicidade

Apesar da condição genética e rara, a modelo faz sucesso nas capas de revistas e nos desfiles que aparece.

No entanto para conseguir espaço no mundo da moda, Melanie passou por dificuldades. De acordo com a publicação a modelo diz que em uma de suas lembranças de mais tempo, ela recorda um momento onde um homem ficou olhando estranho e fez diversas perguntas para a sua família sobre ela.

Em entrevista para o documentário Countdown to Life: The Extraordinary Making of You a modelo afirma que não entendia porque as pessoas ficavam olhando daquela maneira e que quando jovem não compreendia a maneira diferente que as pessoas a tratavam. Os comportamentos das crianças quando ela estava presente era de medo, quando ela chegava à escola elas se afastavam. Melanie afirma que não teve amigos na infância e também quando adolescente o afastamento das pessoas continuaram.

Publicidade

Melanie hoje com 27 anos teve sua vida mudada já no útero, nas primeiras semanas as células são iguais no embrião, logo depois começam a sofrer uma divisão em 400 diferentes células que com a progressão da gestação começa a dar origem às partes do corpo. A condição genética da modelo ocorreu quando essas células começaram a se dividir.

Geralmente essa divisão celular se divide em três, a chamada célula da camada interior dão origem aos órgãos como fígado e intestino, as médias se transformam em órgãos como rins, músculos, ossos e sangue. Já a terceira, chamada de exterior dá origem aos cabelos, pele e unhas, essa ultima camada não teve o desenvolvimento total em Melanie.

A modelo conta que quando era criança a apelidaram de Piu-Piu, por causa do cabelo que quase não tinha e apenas três fios que sempre cresciam na frente da cabeça.

As células da camada exterior da modelo estavam sendo especializados, quando algo aconteceu e a consequência foi que sua pele ficou excessivamente frágil, seus dentes foram prejudicados e os fios de seus cabelos teve o crescimento invertido. #Curiosidades #Mercosul