#Cristiano Ronaldo admitiu que esse ano #Lionel Messi deverá levar o prêmio de melhor jogador do mundo oferecido pela FIFA em Janeiro. Como informa o jornal britânico “The Guardian”, em uma entrevista a um programa televisivo inglês, o ainda melhor jogador do mundo não teve qualquer problema em admitir que seu rival foi melhor esse ano, principalmente por causa do Barcelona, que teve uma temporada muito boa, conquistando a Liga dos Campeões. Para o português, o que conta são os títulos coletivos e, por isso, não se sente triste por saber que vai perder o prêmio mais desejado por qualquer futebolista.

Em uma revelação inédita por parte de Cristiano Ronaldo, que normalmente prefere esconder seus sentimentos, o atacante do Real Madrid aproveitou a sua curta passagem pela Inglaterra, onde lançou seu primeiro filme, para falar um pouco sobre sua vida, mas também sobre sua rivalidade com Lionel Messi, que, por incrível que pareça, é cada vez mais amigável, visto que sempre que estão juntos, os dois astros se cumprimentam e conversam um pouco.

Publicidade
Publicidade

“ Para ser muito sincero, o que conta são os votos e penso que o Barcelona esteve bastante melhor que o Real Madrid nesse ano, logo penso que o Messi vai ser considerado o melhor jogador do mundo em 2015. Apesar de eu ter tido a minha melhor temporada, penso que isso não é suficientemente forte para fazer com que eu leve o prêmio outra vez. Nós partilhamos esses palcos há mais de oito anos, cada vez menos é uma rivalidade. Se ele foi melhor, merece ganhar”, confessou para surpresa de Jonathan Ross, o apresentador do talk show onde o craque participou.

Se o prognóstico de Cristiano Ronaldo estiver correto, Lionel Messi ficará agora com 5 prêmios de melhor jogador do mundo para a FIFA, ficando ainda mais distante do jogador português que tem somente três. Esse fato pode ser muito importante no final de suas carreiras, principalmente naquela que já é uma velha discussão no mundo do futebol: quem foi o melhor dessa era? Ou então, quem é o melhor jogador do mundo? Para Ronaldo, esse foi o ano de Lionel Messi, apesar de todos os seus goles.

Publicidade

Vídeo que noticia a surpreendente revelação:

#Futebol Internacional