A arte de se tatuar tem se tornado cada vez mais comum na sociedade. O que antigamente era visto como um ato de rebeldia e marginalidade, hoje em dia está presente no corpo de grande parte das pessoas e é cada vez mais aceito, inclusive no mercado de trabalho. Mas ainda é algo permanente – o processo de eliminar uma tatuagem, além de caro e extremamente doloroso e pode não ser totalmente eficaz. Decidir por marcar seu corpo para sempre deve ser um ato pensado com calma e responsabilidade. Abaixo seguem algumas #Dicas do que pode ser levado em consideração na hora de tomar essa importante decisão.

  • Pense e repense sobre a arte.

Muitas pessoas tatuam o primeiro desenho bonitinho que encontram no pinterest; isso não é o ideal.

Publicidade
Publicidade

É sempre interessante ter um desenho único – se você não desenha, nada te impede de pedir a algum amigo ou até ao próprio tatuador para criar algo exclusivo para você – mas, caso você queira usar alguma arte já existente, tenha certeza que você realmente se identifica com o desenho ou frase. Tatuar por moda acaba deixando sua #Tatuagem extremamente datada: quem não lembra quando a moda era tatuar fadas, ou letras japonesas, e mais recentemente os símbolos do infinito? Fora que há ainda o risco de achar muitas outras pessoas com a tatuagem idêntica a sua. Outra opção é também adaptar artes já existentes.

  • Escolha muito bem o estúdio e o artista.

Uma vez escolhido o desenho, você já tem uma melhor orientação de qual artista escolher, baseado na sua arte: você precisa de um artista bom em realismo, em preto e cinza, em old school? Pesquise por um tatuador que tenha experiência com o estilo de tatuagem que você escolheu e não se esqueça de escolher um estúdio que esteja em dia com as normas da Anvisa.

Publicidade

Verifique sempre as condições de higiene, limpeza e conservação geral do local antes de optar por ele.

  • Avalie você mesmo.

Você muda de opinião e estilo muito rápido? Está constantemente enjoando das coisas? Isso é algo importante a se levar em consideração quando o assunto é marcar o seu corpo de forma permanente – especialmente em se tratando de tatuagens temáticas, tais como logos de banda e escudos de time. Nunca faça uma tatuagem por impulso ou no calor do momento, reflita se aquilo realmente combina com você e de certa forma representa uma parte de quem você é. Mesmo que alguns traços em você mudem daqui pra frente, certifique-se de quando olhar o desenho daqui há alguns anos você terá boas lembranças sobre aquilo e não acabará sentindo-se estúpido pelo que acabou fazendo. #2017