A tragédia familiar ocorreu em Fortaleza-CE no ano passado, mas este mês, a Polícia Civil divulgou, em entrevista coletiva, nova conclusão sobre o caso. Segundo os investigadores, Cristiane Coelho, mulher do subtenente do Exército, Francilewdo Bezerra Severino, seria a responsável pelo envenenamento do filho. Até então, o marido era o único acusado do assassinato.

Ainda de acordo com a polícia, Cristiane, de 35 anos, teria pedido ao marido Severino para levar para casa vinho e sorvete de morango, o predileto do filho autista. Ela, então, teria envenenado os dois, pai e filho, no momento em que consumiram os produtos.

Publicidade
Publicidade

O laudo pericial da Polícia Civil aponta Cristiane Coelho, mãe de Lewdo Bezerra, como autora da morte do filho de nove anos. "O laudo reafirma tudo o que a gente já suspeitava, que quem matou o menino foi a própria mãe, e quem envenenou o pai foi também Cristiane", afirma o delegado Wilder Brito, que investiga o caso.

Segundo os peritos, Cristiane e o marido usavam o mesmo notebook, mas de formas diferentes. "Os equipamentos eletrônicos foram enviados para perícia e neles os peritos descobriram situações que precisavam ser esclarecidas", afirma o delegado. Cristiane fez várias pesquisas de como envenenar uma pessoa com 'chumbinho', enquanto o marido estava trabalhando. A investigação na época do #Crime encontrou chumbinho no encanamento da pia.

A polícia também descobriu que a razão para o assassinato teria sido um seguro de vida do subtenente no valor de R$ 153 mil e do filho, no valor de R$ 25 mil, motivo mais lógico que deve ter subido a cabeça da esposa para cometer algo tão bárbaro.

Publicidade

No dia do crime, a mulher acusou o marido de ter envenenado o filho e tentado se suicidar por vingança, além de agredi-la.

A acusação que ela fez contra o marido, dele ter feito mãe e filho ingerir calmantes não bateu com o laudo que aponta a causa da morte por envenenamento com chumbinho, a advogada de defesa disse que se pronunciará depois de ver o laudo.

Após a conclusão do inquérito, a Polícia Civil deve pedir na #Justiça a prisão de Cristiane Coelho por homicídio triplamente qualificado.

#Família