Foi anunciado, nesta sexta-feira, em solenidade do Governador do Estado do Ceará Camilo Santana e o ministro da saúde Arthur Chioro, a transferência de verba do Ministério da Saúde o valor de R$ 113 milhões de reais para serem aplicados no aparelhamento e reestruturação dos serviços de saúde no estado do Ceará. Este constitui um dos maiores valores de repasse de verbas para o estado do Ceará no setor de saúde dos últimos anos. Isto irá acontecer mesmo em meio à crise econômica e o corte de verbas em todos os ministérios.

A concretização deste repasse há muito tempo vem sendo pleiteada pela governo cearense, com a finalidade de amenizar os muitos problemas que são constantes no setor de saúde do estado.

Publicidade
Publicidade

São eles: as intermináveis filas de espera para atendimento nos hospitais e postos de saúde, a falta de material de trabalho para os profissionais de saúde, a falta de medicamentos de uso básico para a população mais carente e a presença de pacientes que permanecem internados em macas improvisadas nos corredores hospitalares.

Os recursos que serão repassados serão distribuídos para as instituições de saúde existentes tanto na apital quanto no interior do Estado. Para Fortaleza, serão destinados R$ 38,7 milhões para o #Hospital Geral de Fortaleza (HGF); R$ 30,2 milhões para o Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, o hospital do coração em Messejana, como é conhecido. Teremos ainda R$ 6,6 milhões para o Hospital Geral Dr. César Cals, no centro da capital; R$ 2,8 milhões para o Hospital São José, que é referência no Estado em doenças infecto contagiosas, como a AIDS: R$ 11,9 milhões para o Hospital Infantil Albert Sabin.

Publicidade

Serão repassados ainda R$ 1,5 milhão para a Unidade de Pronto Atendimento, as chamadas UPAS, do Conjunto Ceará e do bairro José Walter. 

Para as cidades do interior do Estado, serão contempladas a região do Cariri, onde o Hospital Regional receberá R$ 6,9 milhões para custeio de leitos na UTI e em Sobral receberá R$ 9,6 milhões com a mesma finalidade de destino.

Serão ainda feito investimentos no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), com a aquisição de novas ambulâncias para as cidades de Jaguaribe, Pedra Branca, Solonópole, Limoeiro do Norte, Quixadá e Russas, o que totaliza R$ 2,3 milhões.

O governador do Estado, Camilo Santana, ressaltou que este repasse ocorreu mesmo em meio ao bloqueio que o Ministério da Saúde sofreu, na ordem de R$ 1,7 bilhões, para gastos extras por parte das medidas de ajuste do governo federal. Ele ressaltou ainda que espera que outros repasses possam ocorrer ainda este ano. O repasse prometido pelo ministro representa um aumento de 25% nos R$ 400 milhões já recebidos pelo estado do Ceará do governo federal mensalmente. #Finança #Medicina