Acusada de matar o filho autista envenenado com chumbinho, Cristiane Renata, vai a júri popular, informou o Tribunal da Justiça nessa segunda-feira (5), sendo indiciada por homicídio triplamente qualificado, mas ainda não existe data marcada para acontecer o julgamento.

A decisão foi tomada pela Juíza Daniele Lima da Rocha, responsável pela 3º vara do júri de Fortaleza, que também manteve a prisão preventiva da acusada, Cristiane Renata. “Considerando que não sobreveio nenhum fato novo que desconstrua os fundamentos usados para mudar a medida”, afirmou a Juíza.

Segundo a denúncia do Ministério Público (MPCE), a acusada teria envenenado o marido e o filho, além de ter simulado uma agressão física, colocando a culpa no marido, subtenente do exército, que estava em coma no hospital.

Publicidade
Publicidade

O marido, Francineudo, sobreviveu e negou toda acusação da mulher.  

“O conjunto de informações prestadas pelas testemunhas e a vitima que sobreviveu, afigura-se apto a diluir e fragilizar a versão apresentada pela acusada e a acender sobre ela os holofotes da autoria delitiva, cujos indícios, encontrado na prova pericial, consoante inicialmente analisado, afiguram-se suficiente para envia à acusada ao julgamento pelo Tribunal popular do júri”, explicou a magistrada.

O #Crime aconteceu em Fortaleza, em novembro do ano passado. O relatório do inquérito do caso foi entregue ao Ministério Público do Ceará. Após mais de cinco meses de investigação, a policia tem Cristiane como principal suspeita do crime.

“Ela está sendo indiciada por tentativa de homicídio e homicídio triplamente qualificado, a pena chega mais de 30 anos de prisão sendo ela condenada”, disse o delegado do caso.

Publicidade

Quando foi decretada a prisão preventiva da mesma, Cristiane estava em Recife, na casa da mãe. Tudo leva a crer que a motivação do crime, de acordo com as investigações e a palavrado ex-marido, era por conta do seguro de Exército de R$ 150 mil, os soldos do militar e outro seguro que o subtenente havia feito em nome do filho mais velho.  #Família