A partir desta sexta-feira, dia 29, os fortalezenses começam a contar com mais um serviço de locomoção urbana. O aplicativo Uber começa a operar na capital. Para isto, basta que o usuário instale o aplicativo em seu dispositivo móvel, informe a sua localização e solicite um carro particular para realizar o seu deslocamento. 

Para Fortaleza, o serviço estará disponível nesta sexta-feira, 29 a partir das 14 horas. De acordo com Letícia Mazon, gerente de comunicação do serviço no Brasil, os valores cobrados deverão ser inferiores aos valores que são pagos pelo uso dos táxis comuns. Em termos percentuais, isto representa de 35 a 50% a menos, dependendo do tipo de bandeirada.

Publicidade
Publicidade

Como funcionará o serviço em Fortaleza ?

De acordo com a gerente, os preços irão ser cobrados em cima do quilômetro a ser rodado. Ao chamar o carro, o cliente pagará R$ 2,50, o que equivale a uma bandeirada. Além disto, serão pagos R$ 1,20 por cada quilômetro rodado. Se for por minuto, será de R$ 0,20. O total mínimo para uma viagem será de R$ 6,00.  Caso queira cancelar o serviço, o usuário deverá fazê-lo em até cinco minutos, caso contrário, pagará R$ 5,00 pelo mesmo.

Para que o usuário possa utilizar o serviço, depois de instalá-lo em seu aparelho portátil, o mesmo deverá cadastrar no app um cartão de crédito válido. Além disto, a localização exata do cliente deverá ser repassada ao aplicativo, para que o motorista possa ser acionado.

As expectativas para o serviço são de que em um prazo de 4,5 a 5 minutos, o usuário possa ser atendido pelo serviço.

Publicidade

Entretanto, de acordo com a gerente, este tempo poderá variar um pouco, principalmente, nos primeiros dias quando muitas pessoas deverão solicitar o serviço por curiosidade. Apesar disto, a meta é que o tempo fique estabelecido nos cinco minutos.

Comparando os custos do serviço com a utilização dos táxis comuns

Na comparação com o serviço padrão dos taxistas oficiais, os custos demonstram ser bem menores. No serviço usual, a chamada custa ao usuário o valor de R$ 4,76. O preço do quilômetro rodado na bandeira 1 custa R$ 2,38. Se for a bandeirada 2, este preço passa para R$ 3,57.

Como ser um motorista no Uber?

De acordo com Letícia, poderão se inscrever para participar do serviço, os proprietários de carros do tipo hatch e de sedãs comuns que tenham sido fabricados a partir de 2008. Além disto, ele deverá possuir quatro portas e ar condicionado. Os motoristas deverão ter habilitação profissional e certidões negativas de antecedentes criminais federais e estaduais. O veículo deverá estar com toda a documentação em dia, principalmente IPVA, e ter seguro próprio, além de outro para o passageiro denominado de APP, no valor de R$ 50 mil.

Publicidade

Não é cobrada taxa de cadastramento para o motorista. O mesmo ficara com 75% do valor de cada corrida, sendo que os 25% vão para o Uber. Caso ele não esteja rodando, nada será pago.

O objetivo do serviço, segundo a gerente, não é tomar mercado e nem fazer concorrência aos táxis comuns. O principal alvo da rivalidade do serviço seria o transporte particular, visto que as pessoas estão optando cada vez mais pelo uso de carros para o transporte.  #Inovação #Celular #Desenvolvimento Tecnológico