Um caso de polícia inusitado aconteceu em uma cidade no estado do Ceará, Barbalha, por causa do anúncio de uma festa onde correria um Bingo dançante com um prêmio nada comum. Custando o valor de 100 reais a cartela, o anúncio dizia: "Prêmio: Uma mulher nacional e 1 caixa de cerveja". A festa, que seria realizada em uma chácara, teria uma participação limitada de apenas 100 pessoas. No panfleto divulgado aparecia uma mulher seminua como prêmio principal, mais um engradado de cerveja, que seria dado para o segundo lugar do Bingo.

Quando começou a divulgação do evento, o movimento feminista tratou logo de denunciar à polícia, que compareceu ao local.

Publicidade
Publicidade

Na procura de informações sobre a mulher e os organizadores da festa, a polícia achou a jovem, que é do Rio Grande do Norte, que disse ter sido convidada para ir até à festa, mas negou que fosse o prêmio principal do Bingo. Ela admitiu que é garota de programa, mas que não sabia que seria usada como parte de um dos prêmios.

Diante das provas, a polícia não teve dúvidas que, de fato, a mulher seria dada como prêmio e fechou o local. Camila Silveira, titular da Coordenaria Especial de Políticas Públicas para Mulheres do Ceará, disse que se sentiu indignada: "É inacreditável que uma mulher possa ser tratada como mercadoria. Me sinto revoltada como mulher!"

Todos os organizadores foram indiciados pelo crime de incitação à prostituição.

Barbalha é uma cidade dedicada à instrução dos seus cidadãos, além de ser uma cidade turística, pois possui muitas fontes de água mineral e trilhas ecológicas, o que gera grande renda para o município.

Publicidade

Todos os anos, ela atrai milhares de turistas de todo os lugares durante os festejos do padroeiro Santo Antônio. A festa, que tem início com o dia do Pau da Bandeira, é tradição no local há mais de 100 anos. Os homens devotos vão às 5 horas da manhã em busca do mastro, já preparado e guardado em um sítio localizado no pé da serra com distância de 6 km do centro da cidade. Junto com uma multidão de pessoas, eles trazem o Pau da Bandeira nos ombros até à frente da Igreja Matriz de Santo Antônio, para assim hastear a bandeira do padroeiro, que simboliza o início da festa. #Crime #Casos de polícia