Certo dia um menino na esperança de compreender porque é que algumas pessoas se destacam dentre as demais na multidão perguntou para o seu mestre e conselheiro: "mestre, fulano de tal vive pedindo dinheiro emprestado, mas se veste bem e tem carro novo. Como é que o senhor explica isso?

O mestre, cabisbaixo, sem levantar os olhos pegou uma lasca afiada de madeira e mansamente deu a seguinte resposta: "certamente é porque ele aprendeu a ser o que ele é, e talvez não sabe o que está fazendo. Mas é assim que muitas pessoas vivem nesse mundo, ou seja, de aparências, umas para enganar, outras para sobreviver, e nada mais meu filho.

Publicidade
Publicidade

Mestre - continuou o menino, mas ele está certo agindo dessa forma, ou seja, se não tem dinheiro o suficiente para gastar, por que é gasta tanto sem ter condições?

O mestre dessa vez pensou, pensou e resolveu arriscar uma resposta: às vezes é preciso viver de aparência para se ter espaço nesse mundo meu filho. Nós somos julgados pelo que vestimos, pelo que temos, pelo que fazemos e isso muita das vezes nos faz viver de aparência, entendeu dessa vez?

Hummmmm, sim mestre. Entendi. Vai ver é por isso que minha mãe sempre me disse que há pessoas que se fazem de bobas para viver e também para enganar outras pessoas, ou seja, trouxas. Mas mestre, agora me responda só mais essa pergunta para eu parar de encher o seu s..., tá legal?

O mestre, devido à forma de tratamento que recebeu levantou a cabeça, arregalou os olhos e murmurou: "então diga lá pirralho, e vê se me respeita tá legal?".

Publicidade

O senhor, por exemplo, tem fama de bom, tem carro novo, vive sempre de cabeça baixa, sempre fala coisas bonitas e blá blá blá. Eu só não entendo porque é que o senhor sempre cobra "taxinhas" para aconselhar quem te procura. O senhor faz de bobo para viver é?

O mestre levantou rapidinho de onde estava, enrubesceu a brilho da face e respondeu ao pequeno intruso: "ora bolas seu FDP, o que faço não é da sua conta. Ora vá-te catar ô meu".

O menino, assustado disse ao MESTRE: mas o que foi que eu disse? Ficou nervoso por quê? Eu heim! Além de esperto ainda é doido.