Ainda lembro de todas as bandas, todas as boas músicas, pelo menos as da década de 80 e 90. Eram letras bonitas, com teor político ou não, com muita musicalidade, sonoridade, diferentemente de hoje em dia... É quase impossível não ser injusta e esquecer de alguém, se assim o fizer, me perdoem... mas lembro do Lobão, da Rita Lee, dos Secos & Molhados que tinha o Ney como vocalista, do Lulu Santos, do Legião Urbana e seu incrível poeta e vocalista, Renato Russo, do Nenhum de Nós, do Barão Vermelho, na época com outro maravilhoso poeta e vocalista, Cazuza, do Engenheiros do Hawaii, do Capital Inicial, do kid Abelha, da Blitz, do RPM. Estou falando do meu gosto pessoal, mas existiam outras também boas e bem melhores do que o que se ouve nas rádios hoje.

Publicidade
Publicidade

O Heavy Metal do Angra que eu gostava muito. Teve também os Raimundos, os Mamonas Assassinos, sem falar no J. Quest e no Charlie Brown Jr. Nos anos 2000, posso citar a Pity, o CPM22 e a fase madura do NX Zero, mas depois disto... meu Deus! Chegou o "pega aqui, segura ali" das bandas do Norte e Nordeste, os Funks da vida, perdoem-me os funkeiros, mas cadê a música? As notas musicais? Ai, ai, ai... só baixaria, é inaudível. Você liga o rádio e lá vem dor de cabeça... quando não é o funk, ou os Axé's da vida, vem a techno music com suas batidas, que chegam a lhe deixar surda.

O que acontece com essa juventude? Nós que curtimos as décadas de 80/90, antes disso conhecemos a boa música da MPB e da Jovem Guarda... mas as músicas de agora não têm expressão. São sem sonoridade, melhor fazer sua seleção e deixar o rádio de lado, ou procurar uma das pouquíssimas rádios boas do país.

Publicidade

No meu caso fico com a Kiss. ou até com a Saudade, mas nas duas também depende do radialista do momento. Tem uns que dificultam as coisas.

Olha aí... estava esquecendo dos Detonautas, do Ultraje a Rigor e do L S Jack, tem também o Skank e os Titãs, e até o Fresno... ah, tem também recentemente, o som da Banda Malta, bem melódico, gostei muito, e tudo é melhor do que o som do Funk e do "mexe isso, rebola aquilo" tocado quase que constantemente nas rádios e nos programas televisivos populares. É claro que tem também a música caipira, que deixou de ser caipira faz tempo. Hoje em dia é mais uma música country tipo americana, mas também é melhor do que a barulheira sem sentido e baixaria dos estilos que falei. Tem gente boa escondida por aí, mas não conseguem divulgação, parece que o bom gosto, sumiu. Enfim, tenho saudades das boas bandas, das boas músicas e acho que não sou só eu. Tem mais gente com este mesmo saudosismo... afinal, não sei porque a tecnologia evoluiu, muita coisa evoluiu... mas nossa música involuiu... #Entretenimento