Os benefícios para quem faz palavras cruzadas e caça palavras é o assunto que será tratado neste artigo. Ele é para todos que praticam esta atividade e também como incentivo para os que não praticam possam aderir a ideia.

As palavras cruzadas constituem um dos instrumentos usados por médicos para o tratamento da doença de Alzheimer e em casos de perda de memória. Eles chamam este exercício de ginástica cerebral. Quanto mais informações o cérebro recebe, mais sedento de novos dados fica.

Segundo um estudo as palavras cruzadas pode rejuvenescer o cérebro até 14 anos nas pessoas idosas. A ideia é exercitar o cérebro e fazê-lo funcionar como na juventude.

Publicidade
Publicidade

Palavras cruzadas são indicadas para jovens que irão fazer vestibulares. Os jovens que fazem palavras cruzadas têm o raciocínio mais ágil e a atenção mais focada. Existem alguns cursinhos de vestibular que fizeram parceria com a Ediouro e usam palavras cruzadas em suas aulas. Segundo eles, é uma maneira criativa de desenvolver o raciocínio e conseguir agilidade para resolver as questões. As palavras cruzadas são usadas em sala de aula e em casa. Nos caça- palavras eles trabalham a concentração e o poder de visualização. Nas palavras cruzadas existe interdisciplinaridade, pois têm de estar por dentro da atualidade. Estes exercícios enriquecem o vocabulário.

O Brasil é o quarto maior mercado de palavras cruzadas do mundo. Fica trás dos Estados Unidos, França, Itália. A maioria dos consumidores é constituída de jovens.

Publicidade

A Coquetel produz 60 jogos diferentes por dia. Os temas abordados nos caça palavras são temas da atualidade, são de interesses gerais e abrangentes, dando oportunidade de conhecer mais sobre diversos assuntos.

O caça – palavras atuam em todo o córtex e a principal atuação dele é na memória. A memória de curto prazo vai ser fundamental no exercício com o caça palavras, por que ela serve para alimentar a nova realidade. Quando falamos de memória temos a impressão de coisas que temos que recordar, mas além delas tem também a que estou vivendo aqui e agora, saindo da memória de longo prazo para a de curto prazo. Uma é operacional e a outra é a que conhecemos mais como memória, das recordações, das emoções. É assim que o nosso cérebro funciona. Quanto mais exercitar o nosso cérebro melhor. E isto não significa que não vamos ficar dementes, envelhecer, adquirir algum tipo de doença neurológica. Porém, os pesquisadores dizem que torna mais lento o processo. Quanto mais cultura a pessoa adquirira, através de leitura ou atividades que estimulam o cérebro melhor. #Entretenimento