O baixista Peter Hook se apresenta no próximo dia 31 de outubro no Clash Club em São Paulo. Hook promete tocar na integra álbuns que marcaram sua trajetória nas bandas Joy Division e New Order. Em 2011 o baixista já havia tocado parte de sua curta porém meteórica carreira no Joy Division. Em 2013 ele tocou músicas dos álbuns Movement e Power, Corruptions & Lies, os dois primeiros do New Order. Agora ele dá sequência nessa cronologia musical apresentando os álbuns Lowlife e Brotherhood do New Order.

Hook vem acompanhado da banda The Light, formada por seu filho Jack Bates (baixo), David Potts (guitarra), Andy Poole (teclados), e Paul "Leadfoot" Kehoe (bateria).

Publicidade
Publicidade

No repertório destaque para os hits Perfect Kiss, Love Vigilantes e Bizarre Love Triangle do New Order além de Love Will Tear Us Apart e Atmosphere do Joy Division.

Peter Hook, nascido em Salford, Inglaterra, no ano de 1956, juntamente com Bernard Sumner, atual guitarrista e vocalista do New Order, fundaram o Joy Division em 1976, acompanhados do baterista Terry Mason e do emblemático e polêmico vocalista Ian Curtis. O Joy Division teve uma carreira curta e durou apenas quatro anos, porém sua #Música e sua história influenciam músicos mundo afora até os dias de hoje. O grupo gravou apenas dois discos de estúdio: Unknown Pleasures de 1976 e Closer lançado em 1980, além de alguns singles e EPs.

A carreira do Joy Division foi interrompida abruptamente em 18 de maio de 1980, quando o vocalista, Ian Curtis cometeu suicídio, com apenas 23 anos de idade.

Publicidade

Com a morte de Curtis, os membros remanescentes do grupo decidem continuar com outro nome e passam a se chamar New Order. Nesta nova fase a banda, que agora tinha Stephen Morris na bateria, agrega mais um integrante, o também guitarrista Gillian Gilbert.

Com o New Order, Hook gravou oito discos de estúdio e três EPs. Ele deixou a banda em 2007. Pelo seu estilo de tocar, Hook acabou influenciando inúmeros músicos, entre os mais conhecidos estão: Adam Clayton (U2), Simon Gallup (The Cure), Colin Greenwood (Radiohead), Eric Avery (Jane's Addiction) e Carlos Dengler (Interpol). #Entretenimento