O mundo dos Games vai tremer com o lançamento mundial hoje (13/11) de World of Warcraft: A Maré de Ferro, expansão do mundo Warlords of Dreanor, renovando um dos principais produtos da Blizzard Entertainment. Hoje são 7,4 milhões de jogadores em todo o mundo e a estratégia da gigante americana é fidelizar cada vez mais esse grupo e atrair novos participantes nesse que é reconhecido como um dos mais aclamados RPG (Role Playing Game) massivos online para múltiplos jogadores no mundo. Pacote Básico a 44 euros e De Luxe a 59 euros. Divididos entre as tropas da Aliança e da Horda, sacerdotes, guerreiros, orcs, trolls e toda uma legião de personagens devem garantir a ampliação do índice de horas de jogos, uma vez que todos os jogadores que estão no nível 90 aguardam essa expansão para fazer novas conquistas, ganhar novos equipamentos e chegar o mais breve possível ao nível 100.

Publicidade
Publicidade

Uma febre mundial, alimentada pelos campeonatos europeu, asiático e americano, que busca massificar ainda mais o jogo.

A expectativa dos jogadores é grande, já que a última expansão foi em 2012. O supervisor de Qualidade de Atendimento, Edson dos Reis, de 33 anos, está animado com a chegada da Maré de Ferro. Para ele, que joga há dois anos e seis meses, sempre que há uma atualização dos mundos do World of Warcraft, eles procuram deixar o jogo mais fácil para o jogador, afinando os métodos para que aumente o prazer de estar participando do grupo.

"Como sempre, a expectativa é grande com relação às novidades que surgirão na nova expansão. Acho que, a cada movimento desse, a empresa vai ajustando funcionalidades, a fim de garantir a todos os personagens, sem importar a raça ou a classe, as mesmas vantagens na batalha", ressaltou o supervisor de Qualidade.

Publicidade

O comerciante Ceslau Saraiva Neto, de 30 anos, está ansioso, já que essa será a primeira expansão que irá participar desde a estréia. Com seis meses de jogo, ele acha que o World of Warcraft tende a se tornar mais atrativo, garimpando mais jogadores em todos os setores e de todas as idades.

"Minha maior expectativa é que todas as especializações, de cada classe, se tornem viáveis no nível 100, pois ter de usar uma classe ou especialização pelo simples fato de estar mais forte e ter de deixar de usar outra que te agrada por ser mais fraca, é desanimador. Já estou comemorando a remoção do sistema de reforja dos equipamentos e as melhorias no jxj (jogador x jogador) que deixarão o jogo mais equilibrado", frisou Neto.

A Blizzard tenta com essa expansão deixar o jogo mais dinâmico e equilibrado. Assim cada jogador precisará conhecer melhor a sua classe favorita. Cada classe teve atualização de talentos e habilidades, para garantir um desempenho mais balanceado.

"Além de achar o tema da expansão muito bom, achei perfeita a diminuição dos atributos, assim como a maioria das mudanças nas classes e nas especializações.

Publicidade

Se o jogador escolheu um personagem de dps (dano por segundo) tem de bater, e não curar, e vice-versa. Pelo que estamos observando, teremos alguns talentos exclusivos no nível 100 que tornarão o jogo ainda mais envolvente e emocionante", concluiu o estudante Matheus Fonseca, de 22 anos. #Entretenimento