Não se engane com as novas tecnologias, achando que os sete bilhões de terráqueos estão automaticamente usando tudo o que de mais moderno os cientistas acabam de disponibilizar para os humanos. Porque isso só acontece nas regiões mais urbanizadas do planeta. Como sabemos ainda há vastíssimas regiões inóspitas onde a modernidade teima em chegar. Não só nos desertos, florestas e polos, mas também em países continentais como China, África, Ásia e Índia, apenas para citar os maiores.

Não precisamos ir muito longe para atestar a enorme responsabilidade social que tem o rádio na vida de grande parte dos homens e mulheres.

Publicidade
Publicidade

Estes têm nas ondas hertzianas sua única fonte de informação, lazer e contato com a civilização. Se aqui no Brasil, que já é um país medianamente urbanizado, não faz muito tempo que os irmãos Vilas Boas faziam contato com tribos isoladas no Amazonas e no Araguaia e em muitas ocasiões ofereciam radinhos de pilha aos indígenas para conquistá-los, imagine na vastidão dos países acima citados?

É preciso lembrar também aos mais desatentos que o rádio não é só uma caixinha equipada com transistores e alto-falantes que magicamente produzem  tudo o que se ouve nele. Se não houver emissoras de rádio seja AM ou FM num raio de alguns quilômetros, produzindo e transmitindo músicas, notícias e atrações diversificadas, nada haverá a se ouvir além de chiados e estática.

A responsabilidade social do rádio está em todas as emissoras nos serviços que prestam à sociedade, não só em #Comunicação e difusão de informações relevantes, como na integração que proporcionam ao juntar interesses de grupos diferentes entre si em ações de parceria e camaradagem, que resultam em benefícios públicos ou privados para pequenas ou grandes comunidades.

Publicidade

Além de todas as considerações feitas acima ainda temos como verdadeiro o fato de que nenhuma tecnologia veio para aposentar o rádio e o consumidor o considera tão necessário, moderno e atual quanto os lançamentos de última geração e o mantém lado a lado destes. No ciberespaço ainda recebeu tratamento vip com a criação em larga escala das web-rádios.



#Entretenimento