Toda lista de melhores álbums, seja ela de qualquer estilo, sempre causa polêmica. Essa dificilmente será diferente, pois coloco aqui os meus dez melhores álbums. Já convido você que esteja lendo esse artigo para me enviar a sua lista. Vamos a ela:

Número 10 - Sarcófago - I.N.R.I

Banda brasileira,Wagner seu fundador participou da origem do Sepultura. Tendo se desentendido com a banda, resolveu montar a sua própria, a Sarcófago e lançaram esse disco de estréia, um petardo eterno reverenciado até por Euronymous do Mayhem. Com batidas rápidas e guitarras extremas, até hoje é considerado um clássico principalmente dentro da cena norueguesa.

Publicidade
Publicidade

Número 9 - Napalm Death - Harmony Corruption

Apesar do Napalm Death não ser propriamente uma banda de Death Metal, nesse álbum, com produção de Scott Burns, eles fizeram um Death Metal de respeito, muito elaborado perto de seus primeiros discos (os petardos Scum e From Slavement...). Com uma formação diferente - apenas o baterista Mick Harris vinha da formação original - gravaram petardos que fizeram história, apesar de muitos fãs não considerarem esse o seu melhor álbum.

Número 8 - Carcass - Heartwork

Sem dúvida um dos meus favoritos, som técnico, bem produzido, vocal que parece até um demônio cantando, com a guitarra de Bill Steer, que gravou os dois primeiros discos do Napalm Death. O Carcass gravou uma obra prima, mostrando uma evolução tanto em suas letras como na sonoridade.

Publicidade

A faixa título saiu até como videoclipe, algo raro na época para bandas Death.

Número 7 - Slayer - Reign in Blood

Álbum que consta em quase todas as listas,um álbum que começa com a porrada na cara de Angel of Death e seu duelo, com os solos quase simultâneos de Jeff Hannema e Kery King, com o vocal indignado de Tom Araya. É um pouco mais de meia hora de som brutal e técnico que ficaria como a marca registrada do Slayer, finalizando com outra #Música que viraria um clássico, Raining Blood.

Número 6 - Death - Spiritual Healing

Chuck é considerado por muitos como o pai do Death Metal. Impossível fazer uma lista sem citá-lo. Em minha opinião Spiritual Healing foi o que mostrou a diferença do Death em relação às outras bandas do estilo, muito bem produzido. Genetic Reconstruction, um petardo infernal, com transições agressivas e técnicas, em minha opinião, é o ponto forte deste clássico.

Número 5 - Celtic Frost - To Mega Therion

Após o fim do Hellhammer,Tom Warrior forma o Celtic Frost.

Publicidade

Com uma proposta de fazer um som mais limpo e técnico, ele alcança o auge nesse álbum. A faixa The Usurper foi regravada por outras bandas e foi um sucesso entre os fãs na época. Até hoje o Celtic Frost é uma referência quando se fala de Black/Thrash Metal, muito graças a esse album, pois depois disso eles tiveram rumos inesperados, até apelaram para o estilo meio poison que contagiou algumas bandas nos anos 80.

Número 4 - Morbid Angel - Altars of Madness

Considerados por muitos como os reis do Death Metal,o Morbid Angel já havia feito uma demo tape que depois viraria o álbum Abominations, mas sua estréia foi Altars of Madness, em minha opinião, o melhor deles. Trey Azaghtoth mostra por que posteriormente seria considerado um dos melhores compositores e guitarristas do Death Metal. Clássicos como Dammation e Evil Spears, com sua velocidade e ferocidade, deram cara nova ao estilo.

Número 3 - Hellhammer - Apocalyptic Raids

A banda que depois se tornaria o Celtic Frost lançou este lp e foi apedrejado pela crítica na época (1984). Som cru, sem frescuras, depois relançado com bônus tracks. Disco rápido e direto, letras extremas e um som com a agressividade do hardcore, mas muito mais sombrio. Foi referência para 9 a cada 10 bandas do estilo

Número 2 - Venom - Black Metal

Os mestres que deram nome ao estilo, com o seu segundo álbum, com letras satânicas e uma sonoridade que se aproxima mais das bandas de metal da época,viria a ser uma das maiores referências para as bandas que surgiram depois, muito pelo visual e pelos seus shows. Varg Vikernes, quando foi preso, usava uma camisa do Venom.

Número1- Bathory - Bathory

O álbum de estréia de uma das bandas que mais evoluíram seu som através dos anos, Bathory, uma banda de um homem só, gravou este disco em 1984. Letras satânicas, uma produção mais ou menos, mas muito agressivo até para os dias de hoje. Clássicos como Sacrifice e The Reaper influenciam bandas até hoje. Com o passar dos anos, o Bathory mudou sua sonoridade para Viking Metal e mesmo assim segue como uma das maiores bandas da história do Metal. #Entretenimento