Com o mês de janeiro perto de terminar e a cidade ainda cheia, para melhorar o fluxo do trânsito na região central, que dá acesso as principais praias do município, a prefeitura de Caraguatatuba alterou o sentido de ruas e avenidas. A Secretaria Municipal de Trânsito informou que a experiência é feita em caráter experimental e pode continuar até o Carnaval.

As modificações foram feitas nas redondezas das praças Cândido Mota e Diógenes Ribeiro Lima. Agora, na praça Cândido Mota, a mão de direção foi invertida entre a rua Sebastião Nepomuceno e a Avenida Nove de Julho, uma das mais movimentadas do centro. De acordo com a secretaria, a rua José Damásio dos Santos passou a ser mão dupla, mas só será permitido estacionar em um lado da via.

Publicidade
Publicidade

"As alterações têm o objetivo de proporcionar maior fluidez no trânsito de ruas e avenidas da cidade", disse o secretário de trânsito, segurança e defesa civil, Claudio Miguel Marques Longo.

Ele também explicou que o ponto de táxi, que ficava em frente ao Polo Cultural Professora Adaly Coelho Passos, próximo da praia do Indaiá, foi transferido para uma rua paralela à rua Sebastião Nepomuceno, nos arredores da mesma praça. "Já na praça Diógenes Ribeiro de Lima, perto da secretaria de #Turismo, as mudanças começaram na semana passada. Fica proibido o acesso de quem está na avenida Doutor Arthur Costa Filho (Rua da Praia) para a rua Ivan Miqueleto Rossi, antiga rua Mogi das Cruzes", completou Miguel.

Estão programadas ainda mudanças de inversão no sentido de direção da via no trecho entre as avenidas Prisciliana de Castilho e Miguel Varlez.

Publicidade

O secretário alerta que também será proibido fazer conversão à esquerda da avenida Prisciliana de Castilho para a Miguel Varlez e Rua Maranhão. "Além de novas sinalizações, agentes de trânsito serão deslocados para essas vias alteradas com o objetivo de auxiliar motoristas, turistas, pedestres, ciclistas e moradores sobre as novas medidas".

Na prática, durante a temporada, o trânsito é um problema que afeta praticamente todos os municípios do litoral norte paulista. Mas, para os turistas que estão em busca de descanso, tudo está bem. "Quando estou na praia tento me desvincular até do relógio de pulso para esquecer o tempo cronológico, o transito aqui nunca será como em São Paulo. Não tenho do que reclamar. Toda mudança é bem vinda", disse a auxiliar administrativa Aline Aparecida Valentim, 34, que visita a região.