Unanimidade entre os turistas que visitam São Sebastião, no litoral norte paulista, buscando divertimento além das praias, os roteiros com passeios de escuna entre a costa da cidade e Ilhabela já são considerados hits desta temporada. Com capacidade para levar grupos de até 12 pessoas, as saídas das escunas geralmente acontecem no bairro São Francisco, no píer do convento das freiras. O turista tem a oportunidade de escolher diferentes destinos. Além de Ilhabela, o passeio para conhecer as chamadas ilhas, que na verdade é um conjunto de ilhas paradisíacas e praticamente desertas, em Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião registra maior aumento de saídas durante a temporada, segundo as operadoras de #Turismo.

Publicidade
Publicidade

Se o turista não possuir sua própria lancha, para chegar até lá existem duas opções: contratar pescadores que realizam passeios no trecho em barcos simples por cerca de R$ 25 ou aderir aos roteiros das agências. Na região do São Francisco os passeios saem para Ilhabela. Durante a permanência, com o mar em boas condições de navegação, o visitante pode praticar mergulho livre. "É um lugar mágico", diz o revisor paulistano, Gabriel Miranda, que fez o passeio.

Não são todas escunas que oferecem serviço de bordo, portanto é aconselhável levar seu próprio lanche, com preferência para alimentos leves como sucos, frutas e água.

Já as agências que operam o turismo no eixo Maresias/Cambury, o mais badalado da costa sul, oferecem pacotes variados incluindo traslado do hotel até a marina, equipamentos de mergulho, acompanhamento de guias turísticos, alimentação e refrigerantes.

Publicidade

Em média, o passeio sai por R$170.

Ilha dos Gatos - Com destino à Ilha dos Gatos, que tem esse nome por seu formato lembrar um gato deitado, a #Natureza proporciona um espetáculo particular com a embarcação navegando em águas claras. O passeio leva aproximadamente 3 horas, neste tempo é possível se deparar ainda com diferentes espécies de árvores ao longo de seus 85 mil metros quadrados de extensão.

Não há catalogação de espécies, mas ambientalistas dizem que o bioma marinho neste trecho da costa sul de São Sebastião é rico em cardumes de golfinhos que, com um pouco de sorte, dão o ar da graça por lá entre os meses de outubro e fevereiro. "É a visão do paraíso", diz o empresário Nelson Roncati, encantado com a natureza.

Outras opções para montar o roteiro incluem paradas na Ilha Montão do Trigo, Alcatrazes, Ilha das Couves e duas prainhas que os locais chamam de "As Ilhas" e são vistas da rodovia Rio-Santos, região da praia Preta, também na costa sul. #Entretenimento