Festa é boa para quem gosta do ritmo que é escolhido para animar os momentos, por isso, no Carnaval, quem gosta de samba vai para o Rio, quem gosta de axé, vai para Salvador, quem gosta de frevo vai para Recife. Essa é a tríade básica do nosso Carnaval. Mesmo que não seja bem assim, a maioria das pessoas sabe que essas cidades têm sua principal diferença carnavalesca no ritmo musical que dá a identidade às festas.

Menos mal para quem sabe o que quer, e sabe onde achar. Mas como há muitas outras opções de gostos, a cidade de Garanhuns, a pouco mais de 200 quilômetros de distância da capital pernambucana, oferece desde 2008 a oportunidade do folião se afastar dos tradicionais ritmos carnavalescos, sejam eles quais forem e ouvir o que há de melhor em termos de jazz e blues.

Publicidade
Publicidade

Esse ano o Garanhuns Jazz Festival será realizado entre os dias 14 e 17 de fevereiro e apresentará nomes como Billy Cobham, Jennifer Batten, John Macaluso, Willie Walker, Demetria Taylor, Raphael Wressnig, Ivan Lins, Wagner Tiso, Tico Santa Cruz e Beto Lee.

Com palcos estrategicamente montados na Praça Dominguinhos, no centro da cidade e no Parque Pau Pombo, Garanhuns tem no seu Festival de Jazz a melhor opção para quem busca uma ótima relação custo/benefício para o investimento a ser feito para o Carnaval. Isso porque a cidade é relativamente pequena e dá para andar entre os principais palcos sem muito transtorno, e todas as apresentações são gratuitas. Ou seja, não vê quem não quer, sem poder alegar que não tinha dinheiro para assistir aos shows.

Além das apresentações, serão oferecidas oficinas e workshops com os músicos convidados.

Publicidade

Para quem não sabia que o agreste pernambucano é uma filial das melhores estações de jazz do mundo e tem frêmitos de acompanhar um evento dessa magnitude, é bom se apressar. Dentro de mais ou menos um mês o Festival começará, movimentando a economia da friorenta cidade interiorana, conhecida como a Suíça Brasileira, devido às baixas temperaturas para a região. Para o mês de fevereiro, pleno verão, a média é de apenas 22º, com mínimas de até 15º pela madrugada. A oferta hoteleira da cidade não faz feio, mas a procura por vagas no período do Festival está cada vez maior. É bom preparar as férias com antecedência.

Quem conhece Garanhuns sempre se encanta com o seu charme e seu clima. Com um fundo musical de primeiríssima qualidade, o cenário fica completo.

O seu lazer e sua cultura, também, aproveite! #Turismo