Você sabia que pode assistir óperas nos cinemas? É verdade! As redes UCI e Cinemark disponibilizam uma programação de óperas em suas salas de exibição. Infelizmente muito pouca gente é avisada da possibilidade de assistir as melhores companhias do mundo em apresentações, às vezes, feitas ao vivo, diretamente do Metropolitan Opera House, em Nova Iorque, ou do Royal Opera House, em Londres.

Espalhadas pelo Brasil, as salas da Cinemark são encontradas em 37 cidades e as da UCI, em 11, muitas delas nas mesmas da outra empresa. E isso aumenta a oportunidade do cidadão escolher a atração. As óperas são apresentadas com legendas em português, assim como muitos teatros fazem, para que o público possa acompanhar a trama sem problemas.

Publicidade
Publicidade

Nesse mês de janeiro já foi apresentada a "Viúva Alegre" de Franz Lehar, e estão marcadas para os próximos dias apresentações dos "Contos de Hoffmann", de Jacques Ofennbach, no dia 31 de janeiro, "Yolanda", de Piotr Tchaikovsky, "O Castelo de Barba Azul", de Béla Bartók, em 14 de fevereiro, pela UCI, direto do Metropolitan Opera House, e "O Elixir do Amor", de Gaetano Donizetti, pela Cinemark, direto do Royal Opera House, nos dias 29 e 31 de janeiro e 1 e 3 de fevereiro.

Prazer multissensorial

A experiência de assistir uma ópera é única e permite que sensações auditivas, visuais, sensoriais e afetivas sejam sentidas de uma só vez, aumentando o prazeroso impacto cultural que somente um espetáculo desses pode causar.

Para quem nunca teve a oportunidade de assistir a uma ópera, recomendo escolher uma divertida comédia ou uma ópera ligeira, ao invés de uma densa trama dramática.

Publicidade

É como se preparar aos poucos e se acostumar para receber e entender toda a carga de uma superprodução que se desenrola à sua frente.

Uma ópera bufa nos faz rir. Uma trágica nos faz chorar. A ópera não tem meio termo. Ela é intensa e faz nossas emoções saírem de seus cômodos quartos de descanso, onde as guardamos, e se manifestem.

O envolvimento que nos é permitido com o cenário montado à nossa frente não é uma experiência qualquer, com os cantores-atores se movimentando no palco, sendo possível escutá-los até respirando, pisando no chão e soltando as vozes que enchem a sala, com uma orquestra inteira aos seus pés fazendo as melodias surgirem na hora certa.

A tecnologia ajuda

Mesmo no cinema, a experiência não é tolhida de emoção ao apreciar uma apresentação dessas, até porque as câmeras dão ênfase a certos detalhes que não poderíamos captar a olho nu, como simples espectadores. Espetáculos que dificilmente virão para o Brasil são mostrados em todo o seu esplendor e riqueza através dos melhores equipamentos de imagem e som.

A chance de assistir ópera está lançada.

Publicidade

Quem nunca viu e tem interesse em ver uma ópera em grande estilo, recomendo qualquer uma dessas que serão oferecidas. "Os contos de Hoffmann" é uma ópera que conta os desamores de um homem, com uma música envolvente, gostosa de ouvir, de onde saiu, inclusive, temas usados nos filmes "Titanic" e "A Vida é Bela". Já o "Elixir do amor" é uma divertidíssima comédia que mostra como o amor pode ser usado como ferramenta para enganar os puros de coração e desprovidos de muita inteligência. De sua "trilha sonora", saiu a ária "Una furtiva lacrima".

E para quem já conhece e gosta, é a chance de aprimorar ainda mais seu repertório cultural.

Procure mais informações nos cinemas de sua cidade e reserve seu ingresso para uma ópera. Tenho certeza que você não vai se arrepender. #Entretenimento