Se o paraíso na terra existe, ele fica no Mato Grosso do Sul, mais precisamente na cidade de Bonito. A 260 km da capital Campo Grande, o local é um dos mais procurados pelos apaixonados por ecoturismo e aventura. São dezenas de cachoeiras, rios, lagoas, trilhas e balneários cercados por uma natureza exuberante. 

O primeiro passo para começar a planejar a #Viagem é escolher a época certa, uma vez que o clima pode intervir diretamente nos passeios. O aconselhável é o período entre dezembro e março, quando a vegetação está bem verde, as cachoeiras caudalosas e os animais à vista.  Entre os meses de maio e agosto, a vegetação costuma ficar seca e a fauna menos visível. 

Data decidida? É hora de fazer as reservas! Muitos dos passeios têm limite de visitas diárias, por isso é realmente importante comprá-los antes de sair de "mala e cuia".

Publicidade
Publicidade

Outro detalhe: Você não vai a lugar nenhum sem um guia em Bonito. Portanto, a dica é ligar para uma das agências de turismo receptivo da cidade e reservar os passeios escolhidos. Pacotes, incluindo diversas modalidades de lazer, costumam sair em conta. Sobre onde ficar, basta ter acesso à internet para você encontrar pousadas dos mais variados preços! 

Como decidir o que fazer na cidade? Simples, varie! Você pode comprar um passeio de cada categoria: aventura, cachoeira, contemplação, balneário e mergulho. Lembrando que, a Gruta do Lago Azul é parada obrigatória.  Entre os passeios de aventura, estão rapel, rafting, arvorismo, trilha de quadriciclo e mergulho de cilindro. Além disso, você pode escolher entre as diversas trilhas com cachoeiras, balneários para relaxar e rios para praticar flutuação - e sem falar no Buraco das Araras e no Projeto Jiboia, que se enquadram no estilo "contemplação".

Publicidade

Mas é só de natureza e aventura que vive Bonito? A resposta é não. Restaurantes de comidas típicas e exóticas estão espalhados pela cidade. E o melhor, por um preço justíssimo. Você faz tranquilamente uma refeição completa por R$ 30. Não deixe de experimentar o caldo de piranha (bom e barato)! As lojinhas de souvenir também estão por todo lado, com coisas lindas e por valores bem camaradas. E não é só isso, depois de um dia de muitas caminhadas, você pode relaxar fazendo um tour pela fábrica de cachaças local, chamada Taboa. E no final ainda fazer uma deliciosa degustação dos mais de dez sabores da bebida. E para terminar a noite, arrisque-se no forró do Taboa Bar.

Convencido? Já está com as malas prontas? Falando nisso, as malas são um ponto bem importante. Afinal, o que levar na bagagem? Praticamente roupas leves, calçados confortáveis (tênis é essencial), roupas de banho, repelente, protetor solar e câmera fotográfica. Acredite, isso é o bastante.

Agora uma dica bem importante: Como chegar? Você pode pegar um voo até Campo Grande e alugar um carro no aeroporto - essa é a melhor opção.

Publicidade

A estrada é boa e bem sinalizada. Há a opção de pegar um ônibus, porém você ficará sem locomoção, uma vez que em Bonito um passeio costuma ficar longe do outro. Por isso, as agência oferecem o serviço de vans, mas depender de horários impostos durante as suas férias, pode não ser uma boa ideia. #Entretenimento