Quando se pensa em Mendoza, cidade argentina localizada na cadeia montanhosa dos Andes, a primeira coisa que se vem a cabeça são os ótimos vinhos produzidos na região. Esta fama se deve à qualidade do solo e do clima, que proporciona uma produção contínua, apreciados pelos visitantes e exportados para o mundo todo.

Mas o que fazer quando o turista desavisado se encontra na cidade em um domingo, dia no qual todas as vinícolas se encontram fechadas, em recesso? Não é preciso se desesperar, pois existem algumas boas opções de diversão encontradas nas ruas, agências de #Turismo ou recepções de hotéis e albergues.

A primeira sugestão é se dirigir até a Plaza Independencia, localizada no microcentro da cidade.

Publicidade
Publicidade

Depois do terremoto de 1861, a cidade foi reconstruída de forma planejada, e a Plaza Independencia se tornou seu ponto mais importante. Ali é possível ver apresentações de música, teatro e uma feira de artesanato local.

Da Plaza Independência é possível entrar em um dos ônibus turísticos que percorrem a cidade contando sua história. O passeio completo não é muito longo, e é uma boa opção para chegar a pontos mais altos da cidade, como o Parque San Matin e o Cerro da Glória.

Se o clima estiver quente e o visitante gostar de praia, o programa indicado é uma visita às Termas de Cacheuta. Distante uma hora (de carro) do centro de Mendoza, as Termas são um parque aquático frequentado por locais e turistas, com piscinas de águas termais quentes e frias. É comum ver famílias inteiras passando o dia no parque, fazendo piqueniques nas mesas e gramados ou praticando um dos "esportes" nacionais dos argentinos, o assado.

Publicidade

O parque disponibiliza churrasqueiras, só precisa levar a carne e carvão (em caso de esquecimento, há uma loja que vende carvão e lenha para cozinhar).

E para os fãs de ecoturismo e aventura a pedida é fazer um passeio de cavalos pelos Andes. Várias agências oferecem um pacote que inclui a montaria, guia e refeições. O passeio termina ao entardecer, com a visão do por do sol nas cordilheiras e fecha com um churrasco típico, com vinho e música.

Turistas, ao fazer seu planejamento para Mendoza, não desanimem por ter um domingo em seu roteiro. Com as dicas acima, é possível aproveitar para conhecer outras partes da cidade, para além dos vinhos. #Natureza #Viagem