Na última terça-feira, 14, a assessoria do canal on demand Netflix, anunciou que vai colocar serviço de acessibilidade para deficientes visuais na sua série recém lançada, 'Demolidor'. O recurso será através de um aplicativo de audiodescrição. Para deficientes visuais aproveitarem as obras fornecidas no catálogo da rede norte-americana, as descrições serão de expressões, figurinos e ambientação, colocando a pessoa no máximo de imersão.

Interessante que justamente a série do 'Demolidor' seja a primeira a utilizar o inovador serviço, já que o herói da Marvel é deficiente visual. O personagem, criado em 1964, sofreu um acidente quando criança, que o cegou, mas ampliou todos seus outros sentidos, criando uma espécie de radar, parecido com o dos morcegos.

Publicidade
Publicidade

Seu alterego é o advogado Matthew Murdock, que muitas vezes atua em seus casos dentro da lei, enquanto o vigilante mascarado a margem dela.

Mesmo dentro do universo colorido dos filmes da Marvel, suas histórias eram muito mais urbanas e violentas do que dos outros heróis, se assemelhando um pouco, apenas com o Homem-Aranha.

A série (que nada tem a ver com o filme de 2003, estrelado por Ben Afleck, baseado na mesma fonte), tem uma estética extremamente realista,  com cenários e figurinos, além de ambientação dark e uma fotografia soturna, cheia de contrastes, que lembra bastante os quadrinhos, especialmente, na melhor fase do personagem, nos anos 80.

Até o momento, somente a série 'Demolidor' contará com esse aplicativo, mas os planos são de expansão para o máximo de programas possível.

Publicidade

Segundo a própria empresa de streaming, nas próximas semanas outras séries de sucesso, como: 'House of Cards' e 'Orange Is The New Black', começarão a ganhar também o recurso.

A série 'Demolidor' é realmente uma ótima oportunidade para esse aplicativo ser lançado. Além de ser temático (há bastante menção a deficiência visual e várias situações são exploradas em diálogos e ações dos personagens), também é um belo material artístico de descrição para uma iniciativa como essa.

Ponto duplo para a Netflix. #Entretenimento #Televisão