A versão 2015 do Festival de #Música "Lollapalooza" ocorrerá de 31 de julho a 2 de agosto em Chicago, nos Estados Unidos. É um evento que comporta diversas gamas do Rock, como o Rock alternativo, Heavy metal, Punk rock, Pop rock e também outros gêneros musicais como Hip hop e Música eletrônica.No Brasil, em 2012, o "Lolla" aconteceu no Jockey Club em São Paulo, e em 2013 também no mesmo local.

E o grande nome desse Festival nesse ano, que estará na sua 15ª versão, será nada mais, nada menos que o eterno beatle Paul McCartney. Em 1967 Paul compôs a hilária canção "When I'm Sixty-Four" - Quando Eu Estiver Com Sessenta E Quatro (anos) - para o álbum "Sargeant Pepper's Lonely Hearts Club Band" considerada obra-prima da carreira dos Beatles. Ele duvidava na letra se seus cabelos cairiam, se ainda ganharia presentes... mas daqui a um mês - nascera no dia 18 de junho de 1942 - ele completará 73 anos, e continua até mais cabeludo do que na época, e tendo como maior presente sua jovialidade e o talento que persiste, viajando pelo mundo afora levando mensagens de amor nas suas canções eternizadas, com o velho contrabaixo Hofner, sobrevivente das sessões quase intermináveis de gravações em Abbey Road e de tantas apresentações que fizera junto com John, George e Ringo. "Acho que compor músicas me mantém jovem" segreda o grande músico. Por isso, o setuagenário inglês de Liverpool deverá levar um grande número de fãs à sua apresentação, muitos deles superando a frustração de não poder ter visto Paul ao vivo, principalmente com os outros três companheiros de lendárias jornadas. 

Em 1965, John, Paul, George e Ringo foram condecorados como "Membros do Império Britânico". No entanto, Paul é o único com o título de "Sir", honraria concedida pela rainha em 1997. O título de Sir é mais distinto do que o de Membro do Império, por se tratar de um título nobiliárquico de mais alto valor, equivalente a "Cavaleiro do Império Britânico". Como apenas Paul McCartney recebeu a distinção, é incorreto chamar os outros membros da banda de "Sir". 

Sir Paul costuma introduzir várias músicas dos tempos dos Beatles nos seus shows e também da época do conjunto que ele fundou após a separação dos "Fab Four", o "Wings" que durou de 1971 a 1981, tendo como integrantes, além de Paul, sua então esposa Linda, e um dos grandes parceiros na carreira, o multi-instrumentista Denny Laine, ex-guitarrista e líder vocal da banda de rock The Moody Blues. Saudades e emoções são ingredientes que não podem faltar na receita de um show de Macca#Entretenimento #Famosos

Por isso, acho pouco provável que Paul ainda duvide se aos 73 anos ainda continuará cabeludo e se ganhará presentes. Presente, quem ganhará serão os fãs, comparecendo a mais uma de sua, provavelmente sensacional apresentação.


CURIOSIDADES:


- No ano de 1966 surgiu o boato de sua morte, que então seria a causa pelos Beatles terem parado se se apresentar ao vivo. Teria sido num acidente automobilístico às 5 horas da manhã do dia 9 de novembro de 1966. A verdade é que ele sofrera apenas um acidente de moto, cortando o lábio superior e teve um dente quebrado. Na época, várias "pistas" sobre sua morte apareciam nas entrelinhas dos álbuns dos Beatles. Em 1993 lançou o disco ao vivo, cuja capa ironiza essa lenda, mais de 25 anos depois: "Paul is Live" - mais do que nunca!


- Paul McCartney é o recordista de público no Maracanã num show de um artista solo. Conseguiu reunir na apresentação de abril de 1990 cerca de 184 mil pessoas. Foi a primeira vez que um beatle veio ao Brasil para tocar.